Menu
sexta, 18 de outubro de 2019
Campanha Viajar Andorinha - Felicidade
Mobile - Campanha Viajar Andorinha - Abraço
Geral

Procon orienta consumidores sobre Cadastro Positivo Compulsório

10 julho 2019 - 09h09Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Essa semana entrou em vigor o Cadastro Positivo Compulsório. Isso quer dizer que as informações sobre o histórico financeiro dos consumidores serão fornecidas automaticamente a empresas de crédito como Serasa e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Diante disso, a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, alerta os consumidores sobre os riscos de ter os dados disponibilizados de forma compulsória no Cadastro Positivo, uma vez que a lei não define um gestor único do cadastro, o que pode comprometer a segurança dos dados pessoais dos consumidores.

O cadastro foi instituído pela Lei Complementar 166, de abril deste ano. Esses dados serão utilizados como critérios para fixação de notas de crédito a cada consumidor e servirão como referência na tomada de empréstimos e realização de crediários, entre outras operações. O cadastro positivo já existe no país, mas a inclusão na lista dependia da autorização prévia do consumidor. De acordo com a lei, serão avaliados os “dados financeiros e de pagamentos, relativos a operações de crédito e obrigações de pagamento adimplidas ou em andamento”.

Dados do Cadastro

Por meio do Cadastro Positivo Compulsório, será possível saber o quanto uma pessoa atrasou pagamentos de contas ou de cartão de crédito, que dívidas ela possui, com que empresas e sua capacidade financeira de arcar com compromissos adquiridos. Podem, inclusive, ser consideradas informações de desempenho também dos familiares de primeiro grau.

Informações que não estiverem vinculadas à análise de risco de crédito e aquelas relacionadas à origem social e étnica, à saúde, à informação genética, ao sexo e às convicções políticas, religiosas e filosóficas foram vetadas.

Essas notas ou score, que em inglês significa pontuação (que varia de 0 a 1000 pontos), podem ser utilizadas por empresas e instituições financeiras.

Cada empresa vai definir a forma de adotar as notas e que tipo de restrição esses índices podem trazer, como na diferenciação de condições, taxas de juros ou de acesso a serviços.

Negativa

Quem não quiser ter os dados incluídos no cadastro positivo podem solicitar a retirada. O pedido deve ser feito aos bureaus de crédito, como Serasa, SPC e Boa Vista Serviços.

A pessoa pode pedir também o retorno ao cadastro. Esses procedimentos podem ser realizados presencialmente ou por meio dos sites dessas empresas.

O consumidor também pode solicitar às empresas a disponibilização das informações sobre ele e cobrar a correção em caso de dados errados.

Todo consumidor que se sentir prejudicado deve procurar seus direitos. Para tanto   estão disponíveis o telefone 151, o aplicativo “fale conosco” do site www.procon.ms.gov.br e, agora, um número (9 9158 0088) para WhatsApp, liberado para contatos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ação Social
7ª edição do Povo das Águas vai atender ribeirinhos do baixo Pantanal
Reconhecimento
Festival América do Sul Pantanal traz homenagens a nomes corumbaenses
Agricultura
Com setembro mais seco, usinas aceleram moagem de cana-de-açúcar em MS
Cultura
Corumbá recebe mostra nacional e internacional de animação
Alerta
Audiência Pública alerta para obrigatoriedade do cadastramento biométrico em Corumbá e Ladário
Patriotismo
Governador sanciona lei de resgate ao civismo nas escolas
Mudança
Sancionada lei que contribui para consolidação da identidade sul-mato-grossense
Treinamento
Capacitação em Operações Penitenciárias no RJ preparam agentes da Agepen para situações de Alto Risco
Temperatura
Quinta com possibilidade de chuva e calor no Estado
Desrespeito
Ciclistas organizam protesto em posto onde 2 foram expulsos durante chuva

Mais Lidas

Evento
Corumbá Folia traz Matheus Kruz em véspera de feriado para Corumbá
Direito do Consumidor
Procon autua unidade da Smart Fit por recusar pagamentos em dinheiro
Violência
Vítima de assalto é socorrido com faca encravada nas costas
Desdobramentos
Arma utilizada em triplo homicídio é recuperada pela PM