Governo - Doação de Órgãos

Procon dá dicas a consumidores com relação às compras para o dia das Crianças

Por Prefeitura de Corumbá11 OUT 2018 - 07h46min
Procon leva aos consumidores orientação permanente sobre seus direitos e garantiasFoto: Clóvis Neto/PMC

Nesta véspera do Dia das Crianças, que é comemorado em 12 de outubro, a Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Corumbá) dá dicas para que os pais possam fazer de forma segura. As orientações buscam evitar surpresas e decepções posteriores por parte dos consumidores. De acordo com pesquisa da Fecomércio/MS, a data tem estimativa de movimentar R$ 5,1 milhões em compras na economia de Corumbá e Ladário.

“O Procon Corumbá passa essas orientações para quem for presentear filhos, netos, sobrinhos e afilhados  tenha atenção e, assim, evite decepções”, disse o diretor-executivo da Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, Alexandre Vasconcellos.

As dicas iniciais dizem respeito à faixa etária adequada e segurança dos produtos. “A primeira orientação é ver se o brinquedo é indicado à faixa etária da criança, isso é essencial. Na embalagem vem a indicação da faixa etária. Os pais também devem ficar atentos se o brinquedo tem o selo de certificação do Inmetro. Isso  significa que aquele brinquedo  passou por testes de qualidade e segurança antes de ser inserido no mercado”, informou o diretor do Procon local. 

“Evite o comércio paralelo, que não emite nota fiscal e não garante a segurança do brinquedo que, pode ser nocivo à saúde. O consumidor também deve exigir sempre a nota fiscal”, orientou Alexandre Vasconcellos.

O Procon também orientou a adoção de algumas medidas em caso de compras feitas no comércio eletrônico. “Deve ter atenção se os sites são seguros, ver o prazo de entrega dos produtos, os valores empregados naquela compra, os juros embutidos e compras com cartões de crédito ou débito. Toda essa política de venda deve ficar confiável, também devem se ater se o site é confiável, se tem CNPJ, endereço físico, telefone. Pode consultar o Procon se o site tem algum reclamação. É adotar essa atenção para evitar decepções maiores”, disse o diretor-executivo do Procon Corumbá.

“O consumidor deve ficar atento à política de trocas da loja física onde fez a compra e fazer constar na etiqueta. A troca é uma politica da empresa e para o lojista é vantajoso, porque o consumidor ao trocar pode levar outros produtos, além do item que foi trocado”, finalizou o titular da Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor.

Deixe seu comentário

Leia Também

Policial

Policiais sentem cheiro de maconha e acham 2,5 toneladas em caminhão

Policial

Preso foi morto dentro da cela depois de briga por causa do volume da TV

Policial

Adolescente de 15 anos é sequestrada, ameaçada de morte e depois abandonada em estrada

Meio ambiente

Instituto alerta para chuvas intensas com possibilidade de granizo em MS

Esportes

Sete atletas representam MS no Brasileiro de Futebol de Mesa

Geral

Canadá legaliza maconha para uso recreativo

Meio ambiente

Estudo mostra que agrotóxicos ameaçam vida no Cerrado de MS