Menu
quarta, 24 de abril de 2019
Câmara - Basta! Feminicídio não!
Andorinha - Viaje para Campo Grande com a Andorinha
Geral

Preso é encontrado morto pendurado por corda em cela

17 abril 2018 - 10h42Midiamax

O preso José Luiz Alencar Domingos de 23 anos foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (17), na PED (Penitenciária Estadual de Dourados), na cidade de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande. Ele foi encontrado pendurado por uma corda na cela 3 do estabelecimento penal.. Agentes penitenciários acionaram a perícia.

José cumpria pena por furto e outros assaltos cometidos e em 2013 também teria sido preso por estupro. Na cela onde estava a vítima haviam 13 detentos.

Em nota a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) disse que está apurando as circunstâncias da morte de José Luiz. O corpo foi encontrado durante o 'confere' na manhã desta terça (16). José tinha sido transferido em outubro de 2017 da Máxima de Campo Grande para a penitenciária de Dourados.

Outras mortes

Em março deste ano, Divino Ferreira de 28 anos foi encontrado pendurado por uma corda artesanal em uma grade durante o banho de sol dos internos. Antes de ser morto, ele foi obrigado a gravar um vídeo pedindo desculpas por ser simpatizante da facção criminosa rival CV (Comando Vermelho), ele ainda diz nomes de detentos do CV que estariam na lista de mortes do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Divino ainda diz no vídeo ter assassinado uma senhora e duas crianças e ainda diz que “passar um recado para todos do MS, quem manda aqui é o PCC, que está na pista”. Ele ainda cita nomes de membros da facção rival como Luizão, Cabeça de Porco, Paulo Tripa, que estariam marcados para morrer.

Ele pede desculpas por fazer ‘chacota’ da facção criminosa e é obrigado a dizer que é 'justo morrer'. Ele é cercado por outros detentos, tem uma corda amarrada no pescoço e é enforcado pelos colegas de cela.

Ameaças ao diretor

No início de abril, o diretor adjunto da penitenciária registrou um boletim de ocorrência depois de sofrer ameaças de morte de um detento que seria integrante da facção criminosa PCC.

Após o fato descoberto um ‘protocolo de segurança’ foi colocado em prática para a preservação da vida do agente. De acordo com a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) todas a apurações devidas junto da Gerência de Inteligência do Sistema Penitenciário estão sendo apuradas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Capacitação
Senac MS lança programa de qualificação voltado para o comércio
Defesa do consumidor
Passageiros da Avianca, com voos cancelados, devem ser reembolsados
Policial
Homem é preso por furtar chinelo e desodorante em mercado
Policial
Assalto em dois Postos de combustíveis em Corumbá
Essa madrugada foi de intensa movimentação da Polícia Militar entretanto, não conseguiu localizar os assaltantes
Policial
PM prende dois foragidos da justiça nas últimas horas
Policial
Vendedora de ‘paradinha’ é presa com a ‘boca na botija’ pela PM
Alarme falso
Sobrecarga elétrica pode ter disparado alarme de incêndio no hospital da Cassems
Emergência Médica
Marinha socorre criança doente na região do Taquari
Devido a ‘baceiros’ no leito do rio a única maneira de deslocamentos é através de aeronaves
Oportunidade
IFMS abre 560 vagas para cursos técnicos a distância
Crime ambiental
PMA apreende redes de pesca e liberta peixes dos petrechos ilegais

Mais Lidas

Agrotóxicos
Conselho Estadual elabora plano para difusão do Manejo Integrado de Pragas em MS
Ranking
Na contramão da crise, MS fica entre os Estados com investimentos em 2019
Água e Esgoto
Câmara autoriza início das conversações para renovação de concessão com a Sanesul
Política
Após reunião com governo, caminhoneiros descartam paralisação