Polícia Federal fecha casa usada como escritório do PCC e prende 4 na fronteira

Por Correio do Estado12 AGO 2017 - 08h50min
Armas, munições e drogas foram apreendidas.Foto: Divulgação / PF

Quatro integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foram presos hoje pela Polícia Federal, em uma casa utilizada como escritório para reuniões do grupo na região de fronteira, em Ponta Porã. Eles foram presos por tráfico transnacional de drogas e armas e por integrar organização criminosa.

Prisões ocorreram durante cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência. Segundo a Polícia Federal, imóvel era utilizado para encontros e reuniões que visavam a tomada de decisões e ações sobre o tráfico de droga na região de fronteira entre Brasil e Paraguai, além de estratégias de disputa pelo domínio do território.

Nas buscas, foram apreendidas duas armas de grosso calibre, três pistolas, grande quantidade de munições e carregadores, coletes a prova de balas, dinheiro e maconha.

Dois veículos utilizados pela facção também foram apreendidos, sendo um deles uma caminhonete blindada.
Nomes dos criminosos presos e quantidade de drogas apreendida não foram divulgadas pela polícia.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Posse

Empossada nova diretoria do Sindicato Extrativista de Corumbá e Ladário

Incêndio

Dois registros dos bombeiros com desdobramento policial

Ressocialização

Detentas de Corumbá disputam Torneio Estadual de Xadrez na capital neste final de semana

Policial

PRF sentiu cheiro de coisa errada e prendeu 4 de uma vez

Prefeito Presente

Iunes ouve demandas e apresenta projetos para lideranças da parte alta

Plantão

‘Víbora do Pantanal’ aterrorizou no Dom Bosco

Honraria justa

Câmara homenageia personalidades por serviços prestados a Corumbá