Andorinha

Polícia Federal fecha casa usada como escritório do PCC e prende 4 na fronteira

Por Correio do Estado12 AGO 2017 - 08h50min
Armas, munições e drogas foram apreendidas.Foto: Divulgação / PF

Quatro integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foram presos hoje pela Polícia Federal, em uma casa utilizada como escritório para reuniões do grupo na região de fronteira, em Ponta Porã. Eles foram presos por tráfico transnacional de drogas e armas e por integrar organização criminosa.

Prisões ocorreram durante cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência. Segundo a Polícia Federal, imóvel era utilizado para encontros e reuniões que visavam a tomada de decisões e ações sobre o tráfico de droga na região de fronteira entre Brasil e Paraguai, além de estratégias de disputa pelo domínio do território.

Nas buscas, foram apreendidas duas armas de grosso calibre, três pistolas, grande quantidade de munições e carregadores, coletes a prova de balas, dinheiro e maconha.

Dois veículos utilizados pela facção também foram apreendidos, sendo um deles uma caminhonete blindada.
Nomes dos criminosos presos e quantidade de drogas apreendida não foram divulgadas pela polícia.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Economia

Emprego temporário de fim de ano é oportunidade de contrato definitivo

Economia

Expectativa de crescimento favorece criação de empregos temporários no Natal

Direito

Justiça concede custeio para tratamento de crianças com fissura labiopalatal

Código Florestal

Curso aborda usos de espécies do Pantanal e Cerrado para a recuperação ambiental

Emprego

Governo divulga lista dos selecionados para atuar no Instituto de Identificação

Destaque

Rede Estadual representa MS em quatro categorias do Prêmio Professores do Brasil

Presidência

Michel Temer visita Pantanal para participar do II Encontro Carta Caiman