Andorinha 70 anos

Polícia Federal fecha casa usada como escritório do PCC e prende 4 na fronteira

Por Correio do Estado12 AGO 2017 - 08h50min
Armas, munições e drogas foram apreendidas.Foto: Divulgação / PF

Quatro integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foram presos hoje pela Polícia Federal, em uma casa utilizada como escritório para reuniões do grupo na região de fronteira, em Ponta Porã. Eles foram presos por tráfico transnacional de drogas e armas e por integrar organização criminosa.

Prisões ocorreram durante cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência. Segundo a Polícia Federal, imóvel era utilizado para encontros e reuniões que visavam a tomada de decisões e ações sobre o tráfico de droga na região de fronteira entre Brasil e Paraguai, além de estratégias de disputa pelo domínio do território.

Nas buscas, foram apreendidas duas armas de grosso calibre, três pistolas, grande quantidade de munições e carregadores, coletes a prova de balas, dinheiro e maconha.

Dois veículos utilizados pela facção também foram apreendidos, sendo um deles uma caminhonete blindada.
Nomes dos criminosos presos e quantidade de drogas apreendida não foram divulgadas pela polícia.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Eleições 2018

Podemos e PROS se aliam ao PDT de Odilon

Justiça

Defesa analisa decisão para pedir habeas corpus de Puccinelli

Regional

Sanesul comunica falta de água no conjunto Padre Ernesto Sassida

Educação

Inscrições para o Fies terminam neste domingo

Bombeiros

Condutor perde o controle de veículo e colide com árvore na Codraza

Economia

MS deve recuperar crescimento do PIB em 2019

Bombeiros

Homem tem suspeita de fratura ao 'despencar' de telhado em igreja