Governo - Doação de Órgãos

Operação "Bate-grades" acaba com tráfico comandado do presídio de Corumbá

Por Kamilla Marques09 AGO 2018 - 09h04min
Celulares, dinheiro e entorpecentes apreendidosFoto: SIG Polícia Civil

Na noite desta quarta-feira (08) o SIG deflagrou a “Operação Bate-grades”, resultando na prisão do traficante Reginaldo da Silva Mendoza (29), apreendendo 38 porções de pasta base, quatro aparelhos celulares, R$ 1.655,00 e um veículo utilizado para efetuar entregas de entorpecentes.

Os Policiais do SIG realizaram investigações por aproximadamente dois meses, após informações acerca da tráfico exercido em vários pontos da cidade e, comandada de dentro do Estabelecimento Prisional de Corumbá, com envolvimento de detentos.

Entorpecentes apreendidos. Foto: SIG.

Por volta das 19h desta quarta-feira, os Policiais Civis monitoravam um dos prováveis fornecedores de entorpecentes, identificado como Reginaldo da Silva Mendoza (29) nas proximidades da Rua 21 de Setembro, Aeroporto, em Corumbá.

Reginaldo conduzia um veículo Fiat Uno de cor cinza se dirigindo para “bocas de fumo” para realizar as entregas.  Ao desconfiar da aproximação da polícia, Reginaldo tentou fugir, mas foi detido no cruzamento das Ruas Wensceslau de Barros com Major Gama, Centro.

Ao ser revistado, foram encontrados quatro porções de pasta base em uma carteira de cigarro, no qual Reginaldo confessou que seria entregue na “Boca da Loira”, localizada na Rua Antonio João, nº 575, Centro. Imediatamente, a Equipe se dirigiu até o local e constatou que Jadinete Borba da Silva estava esperando Reginaldo com a entrega de entorpecentes. Conduzida até o SIG, Jadinete confessou que iria adquirir uma porção de pasta base por R$ 100,00 para revender, e que este habitualmente lhe vendia entorpecentes.

Reginaldo e Jadinete. Foto: SIG.

Por fim, os Policiais se dirigiram até a residência da mãe do acusado, provável local que este se utilizava para esconder os entorpecentes. Após cientificar os moradores acerca dos fatos e ter a entrada autorizada, localizou-se no quarto de Reginaldo mais 34 porções de pasta base idênticas aquelas apreendidas.

O autor recebeu voz de prisão e confessou que o verdadeiro dono dos entorpecentes está preso. Além disso, confirmou que a quantia de R$1655,00 encontrada são provenientes de tráfico de drogas.

Deixe seu comentário

Leia Também

Acessibilidade

Vereador pede ao Governo, recuperação de calçada de escola estadual

Educação

Com diretores da REME, Prefeitura celebra Dia dos Professores

Meio ambiente

PMA realiza soltura de jacaré-de-papo-amarelo capturado por bombeiros

Economia

MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma

Acessibilidade

Solicitada recuperação de passarela de acesso a escola em Porto Esperança

Geral

Dois morrem afogados em córrego e amigos usam anzol para encontrar corpos

Geral

Depois de alerta de emergência, Rio Miranda volta ao nível normal