Menu
terça, 25 de fevereiro de 2020
Andorinha - Horários Economicos
Andorinha - Horários Econômicos
Geral

PF combate fraude milionária em transporte escolar

28 maio 2019 - 08h29Correio do Estado

Equipes da Polícia Federal e a Controladoria Geral da União (CGU) deflagraram operação nesta terça-feira, para combater fraude milionária em licitações relacionados ao transporte escolar da Prefeitura de Três Lagoas, distante 339 quilômetros de Campo Grande. Estão sob investigação contratos que alcançam os R$ 12 milhões e 21 mandados de busca e apreensão são cumpridos em Três Lagoas, Campo Grande, Naviraí e Três Lagoas, além de Luís Antônio e Americana, municípios de São Paulo.

As apurações demonstraram ilegalidades em três procedimentos licitatórios relacionados ao transporte escolar, com recursos federais oriundos do Programa Nacional de Transporte Escolar (PNATE). Foram identificados agentes públicos, empresários e particulares que participaram do direcionamento dos certames para que estes fossem vencidos por empresas pré-estabelecidas, sendo objeto da investigação a identificação de cada responsável pelas atividades delitivas.

Os procedimentos licitatórios e os contratos de prestação de serviços decorrentes daqueles certames fraudados se referem aos anos de 2015 a 2017. As licitações e contratos públicos sob investigação alcançaram cerca de R$ 12 milhões, sendo que até o momento já foi identificado sobrepreço contratual de aproximadamente R$ 1,6 milhão, em razão dos direcionamentos.

Além do cumprimento dos 21 mandados de busca e apreensão, 13 investigados foram intimados para comparecerem às Delegacias da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul e em São Paulo para prestarem esclarecimentos sobre os fatos investigados, tendo participado da deflagração aproximadamente 90 Policiais Federais e sete servidores da CGU.

Dois mandados foram cumpridos ainda na empresa Crisptur, com sede na cidade de Luis Antonio (SP) e filial em Três Lagoas, e no escritório de contabilidade Satelite II, também no município da região oeste do Estado.

A operação recebeu o nome de “ATALHOS” em alusão a um caminho mais curto, porém igualmente ilegal, entre o objeto da licitação, a prestação de serviços de transporte escolar e as fraudes praticadas pelos investigados para burlar os processos e superfaturar os contratos com a prefeitura.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Plantão
Se programe: Confira o que abre e fecha nesta terça de Carnaval em Campo Grande
O Carnaval está quase no fim, mas se você está se programando para sair de casa, é bom conferir a programação do que abre e fecha nesta terça-feira (25) em Campo Grande.
Acidente de transito
Colisão entre moto e carro mata passageiro em Corumbá
Operação carnaval da PMA
Fiscalização no Pantanal e apreende rifle, capivara, jacaré abatidos, barco e 30 redes de pesca, medindo 900 metros
Estimativa
PM avalia segurança; mais de 35 mil participaram da 2ª de Carnaval em Corumbá
Carnaval 2020
Com muito brilho, Império do Morro fechou desfile da LIESCO em grande estilo
Carnaval 2020
Estação Primeira do Pantanal aposta nas Mil e Uma Noites e anima foliões
Carnaval 2020
A Pesada mostra força e empolga multidão, que lota Avenida General Rondon
Carnaval 2020
Marquês de Sapucaí canta as belezas e a riqueza da identidade cultural de Corumbá
Carnaval 2020
Com homenagem à Dona Maninha, Imperatriz Corumbaense empolga a General Rondon
Nota de pesar
Prefeito lamenta morte de Dirceu Lanzarini, ex-prefeito de Amambai

Mais Lidas

Carnaval 2020
Mocidade da Nova Corumbá volta a ser criança e encanta avenida
Carnaval 2020
Unidos da Major Gama abre desfiles cantando a Bolívia e suas belezas
Carnaval 2020
Com reedição de samba-enredo campeão Vila Mamona sonha com título
Carnaval 2020
Acadêmicos do Pantanal viaja pelo Oriente em 1001 noites