Andorinha - Novos ônibus

Perspectivas da agricultura de precisão são debatidas em simpósio de cana-de-açúcar

Por Redação10 MAR 2018 - 08h31min

As vantagens da mecanização do processo de produção da cana-de-açúcar, especialmente nas etapas de plantio e colheita, com aplicações de ferramentas de agricultura de precisão, serão apresentadas durante o Simpósio “Integração da Pesquisa Pública com Cana-de-açúcar no Brasil”. Estudos que mostram os reflexos positivos no aumento da produtividade, além de casos de sucesso no manejo e nas soluções tecnológicas adotadas também vão ser demonstrados no evento.

O simpósio, que ocorre em 15 de março de 2018, no Centro de Convenções do IAC em Ribeirão Preto (SP), visa discutir o sistema de produção atual e as perspectivas para o setor sucroenergético, programas de melhoramento genético e biotecnologia, além das novas tecnologias para a cultura da cana-de-açúcar. Pesquisadores, produtores e especialistas ainda vão debater a competitividade e a sustentabilidade da cadeia produtiva e os principais desafios, compartilhando experiências de várias instituições públicas e privadas focadas em pesquisas, produção e criação de políticas públicas.

No painel “Sistema de produção atual e novas tecnologias para cana-de-açúcar”, serão tratados os principais problemas que afetam atualmente a produtividade da cultura e a visão de futuro para o setor. Além da agricultura de precisão, serão abordados os temas irrigação, nutrição de plantas, mecanização e controle fitossanitário, com exposição de tecnologias desenvolvidas por diversas empresas privadas.

Tecnologia digital

Pesquisas em fenotipagem com reconstrução 3D realizadas pela Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP) vão ajudar o trabalho dos melhoristas. O pesquisador Thiago Teixeira Santos e o analista Luciano Vieira Koenigkan estão desenvolvendo um equipamento que, acoplado a uma câmera fotográfica, automatiza o processo de captura de imagens de culturas agrícolas. A tecnologia será usada pela Embrapa Agroenergia (Brasília, DF) em estudos de fenotipagem de plantas desenvolvidos pelo projeto de pesquisa da Rede Pluricana.

Com a integração dessa máquina ao programa de computador 3DEmeter Capture, também desenvolvido pela Embrapa Informática Agropecuária, os melhoristas e fisiologistas vegetais vão poder reconstruir as plantas digitalmente. Isso deve ajudar na coleta de uma série de parâmetros, como altura, largura, biomassa e volume. Essas características manifestadas pelos vegetais, que correspondem aos fenótipos da cultura, permitirão identificar quais são as plantas mais promissoras em termos de condições específicas, como o estresse hídrico e as altas temperaturas.

Assim, além de aumentar a escala de testes de materiais genéticos, será possível testar diferentes genótipos e elaborar análises mais rápidas. “Esse modelo 3D vai obter diversas características e alimentar uma base de dados para que os melhoristas e fisiologistas tenham uma quantidade grande de informações para fazer, por exemplo, decisões de melhoramento, busca de genes, avaliação de resposta de estresses, entre outras ações importantes para a pesquisa”, diz Thiago Santos.

Organização

O evento é realizado por uma rede de instituições públicas formada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Instituto Agronômico (IAC) de Campinas, Rede Interuniversitária para o Desenvolvimento do Setor Sucroenergético (Ridesa), Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), Sociedade dos Técnicos Açucareiros e Alcooleiros do Brasil (Stab) e a equipe do Programa Plurianual Integrado de Pesquisa e Desenvolvimento em Cana-de-açúcar – Pluricana, ligado à Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Compõem o público-alvo produtores, empresários, especialistas do setor sucroenergético, gestores, pesquisadores, professores e interessados no tema. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site <www.embrapa.br/simposio-cana>, limitadas a 350 participantes. A programação completa também está disponível aqui <https://www.embrapa.br/simposio-cana/programacao>.

Painel 3

“Sistema de produção atual e novas tecnologias para cana-de-açúcar” -  moderação: Raffaella Rossetto (Polo Apta Centro Sul e Programa Cana IAC).

Programação

16h30
Tema: Oportunidades e desafios que a agricultura de precisão oferece
Palestrante: José Paulo Molin
Instituição: USP

16h40
Tema: Irrigação                Regina
Palestrante: Célia de Matos
Instituição: IAC

17h00
Tema: Tendências no manejo da nutrição da cana         
Palestrante: Gaspar Henrique Korndorfer
Instituição: UFU

17h15   
Tema: Principais gargalos da mecanização em cana-de-açúcar 
Palestrante:  Luiz Carlos Dalben
Instituição: Dalplan Consultoria

17h30
Tema: A fitossanidade e os novos desafios
Palestrante: Enrico de Beni Arrigoni

17h45   
Tema: Caso Agropastoril Campanelli     
Palestrante: Victor Campanelli 
Instituição: Agropastoril Campanelli

18h00   
Tema: Tecnologias de precisão da nova agricultura: a experiência da agrícola CASI - Condomínio Agrícola Santa Izabel
Palestrante: Paulo de Araújo Rodrigues              
Instituição: Fazenda Santa Izabel

18h15   
Tema: A importância da tecnologia agrícola para o aumento da produtividade da Cana-de-Açúcar em ambiente restritivo               
Palestrante: Joel Soares Alves 
Instituição: Jalles Machado

Deixe seu comentário

Leia Também

Cultura

Marcha para Jesus reforça parceria de Corumbá e COREME

Saúde

MS está em campanha para vacinação de adolescentes contra HPV

Educação

IFMS segue com inscrições abertas para cursos técnicos integrados ao ensino médio

Saúde

MEC habilita faculdade particular para implantar curso de Medicina em Corumbá

Economia

Dólar abre em alta, cotado a R$ 4,12

Eleições 2018

Líder, Azambuja tem 42,9%; juiz Odilon é segundo, com 29,35%

Policial

Acusado de matar adolescente e jogar corpo em córrego se apresenta a polícia