Matrículas - Sesi

Perseguição policial prende dupla de assaltantes armados

Por Gesiane Medeiros24 OUT 2017 - 10h13min
Assaltantes foram reconhecidos pelas vítimas na delegacia.Foto: Divulgação/PM

Dois assaltantes, um de 17 e outro de 21 anos, foram presos na noite desta segunda-feira, 23 de outubro, por volta das 20 horas, logo após roubarem de dois celulares no bairro Dom Bosco. As vítimas, um rapaz de 22 anos e um adolescente de 16, estavam na porta de casa quando foram abordados pela dupla em um carro vermelho, armados com revolver calibre 22. O rapaz de 22 anos recebeu uma coronhada na cabeça e os ladrões fugiram com os aparelhos celulares.

De imediato, as viaturas da polícia militar em ronda receberam a denúncia e ficaram em alerta para o surgimento de suspeitos, momento em que uma guarnição que retornava do bairro Universitário avistou indivíduos com as mesmas características. Os possíveis autores desobedeceram a ordem de parada e iniciou-se uma perseguição até que enfim os policiais conseguiram abordá-los. Eles desceram do veículo e nada de ilícito foi encontrado na revista pessoal, porém no carro haviam um revolver Rossi, calibre 22 com sete munições intactas e três aparelhos celulares. De inicio afirmam que os objetos eram de sua propriedade, porém não demorou muito para assumirem a autoria do roubo realizado momentos antes no bairro Dom Bosco.

Celulares recuperados e ara utilizada no assalto. Foto: Divulgação/PM

Na delegacia, as vítimas reconheceram os indivíduos como autores do crime e os aparelhos recuperados. O autor de 17 anos, afirmou ser o dono da arma utilizada. 

Deixe seu comentário

Leia Também

Fuga

Interno não consegue entrar com celular e foge do semiaberto

Serviço

Testes na nova ETA de Ladário pode causar falta de água até sábado (25)

Otimismo

Aumenta vagas de emprego no comércio de MS

Comunicado

Prorrogada publicação dos classificados no processo seletivo da Fundtur

Educação

Governo finaliza compra de uniformes, kits e merenda escolar para 2018

Economia

Com R$ 1,6 bilhão de MS, volume contratado do FCO em 2017 já é recorde histórico no País

Conflito territorial

Fazenda Baía da Bugra em Porto Esperança é invadida por indígenas