Andorinha - Nova Frota

Parceria busca construção de nova sede para INSS em Corumbá

Por Assessoria Câmara Municipal de Corumbá27 OUT 2017 - 11h33min
Reunião ocorreu nesta quarta, 25, na prefeitura.Foto: Divulgação

Um sonho antigo dos corumbaenses está mais próximo de ser realizado. Uma nova sede para o INSS, agora mais moderna e que comporte o volume de atendimentos da cidade, está finalmente saindo do papel.

Esse foi o acordo resultante da reunião realizada ontem, quarta-feira (25), entre o vereador Tadeu Vieira (PDT); o Gerente Regional do INSS em Mato Grosso do Sul, Joaquim Cândido de Carvalho; o chefe do setor de benefícios, Raimundo Martin Ruiz, e o procurador do município, José Aquino de Amorim.

“Existe uma área disponível ideal para a construção do novo INSS em Corumbá, e não vamos medir esforços para que essa ideia se concretize o mais rápido possível. Já passou da hora da cidade ter esse benefício, já que o prédio atual está velho, com problemas estruturais e que afetam o bom andamento dos atendimentos à população”, afirmou o vereador que foi servidor da Previdência Social durante 35 anos, até se aposentar.

Tadeu Vieira assegurou também que mais parcerias foram firmadas entre a Prefeitura e o INSS, garantindo mais benefícios para os corumbaenses. Uma próxima reunião foi agendada para os dias 09 e 10 de novembro, desta vez na Superintendência do INSS em Campo Grande, para acertar os detalhes e dar prosseguimento ao projeto.

 

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Enchente

PMA auxilia atingidos por enchentes, resgata famílias e salva animais domésticos

113 anos

Câmara homenageia Rotary Club de Corumbá com uma Sessão Solene

descumprimento da lei

MPE abre inquérito para investigar descumprimento da lei que proíbe inaugurar obras inacabadas

Prestação de contas

Prefeito faz balanço dos 100 dias de gestão e apresenta ações para 2018

Policial

Polícia Militar Captura homem Foragido da Justiça Durante Abordagem

Internet

Vereador pede solução para problemas de sinal de internet em Corumbá

Esportes

Pivôs de pancadaria no Comerário só devem ser julgados semana que vem