Governo - Campanha HPV

Panfletagem alerta para combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes

Por Assessoria PMC17 MAI 2018 - 15h14min
Servidores da Secretaria Municipal de Assistência Social orientaram população sobre o tema (Foto: Clóvis Neto/PMC)

Panfletagem no cruzamento das ruas Frei Mariano e Dom Aquino deu sequência às ações da campanha 18 de Maio – Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.  Coordenada pela Secretaria Municipal de Assistência Social, a campanha tem como lema “Faça bonito, proteja nossas crianças e adolescentes”. O objetivo é incentivar a sociedade a assumir a responsabilidade do combate à violência contra crianças e adolescentes.

Na ação, realizada na manhã desta quinta-feira, 17 de maio, servidores da Secretaria Municipal de Assistência Social orientaram que a violência sexual pode ocorrer de duas formas: o abuso sexual ou exploração sexual. “Estamos conseguindo identificar mais rapidamente situações de abuso. A exploração ainda está muito velada. É preciso alertar a população sobre o problema, é necessário que haja denúncia”, afirmou a assessora de Políticas Sociais, Adelma Galeano.

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Gláucia Iunes, Corumbá intensificou as ações da campanha este ano, tornando-a permanente. “Corumbá trabalha o ano inteiro no enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes”, disse.

Até o dia 30 de maio, o Município promove palestras nas escolas para alunos do 7° ao 9° ano do Ensino Fundamental e para alunos do Ensino Médio sobre a campanha. Para a sexta-feira, 18 de maio, a partir das 08 horas, está programada uma grande passeata que vai percorrer as principais ruas do município. A concentração será na rua Frei Mariano entre as ruas Cabral e Colombo. Ao final da passeata será divulgado o resultado do Concurso de Frases, no Jardim da Independência, para alunos da rede de ensino de Corumbá.

O dia 18 de maio

Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos.

Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.

 

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Acessibilidade

Vereador pede ao Governo, recuperação de calçada de escola estadual

Educação

Com diretores da REME, Prefeitura celebra Dia dos Professores

Meio ambiente

PMA realiza soltura de jacaré-de-papo-amarelo capturado por bombeiros

Economia

MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma

Acessibilidade

Solicitada recuperação de passarela de acesso a escola em Porto Esperança

Geral

Dois morrem afogados em córrego e amigos usam anzol para encontrar corpos

Geral

Depois de alerta de emergência, Rio Miranda volta ao nível normal