Andorinha

Morador da Capital cai no golpe do ‘WhatsApp clonado’ e perde mais de R$ 29 mil

Por Midiamax11 JAN 2019 - 11h00min

Um homem de 55 anos, morador de Campo Grande, caiu no golpe do “WhatsApp clonado” e perdeu R$ 29.890 nesta quinta-feira (10). Ele procurou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, onde fez um boletim de ocorrência de estelionato.

A vítima disse à polícia, que recebeu uma mensagem via WhatsApp – da conta já clonada – na qual o golpista se passava por um amigo que está em viagem ao exterior. O estelionatário então pediu que ele fizesse transferências em dinheiro.

O autor solicitou depósitos de R$ 4.778,00; R$ 6.778,00; R$ 5.778,00; R$ 4.778,00 e R$ 7,778,00 em cinco contas. Após os depósitos, ele recebeu uma ligação, onde autor se passou por conhecido da pessoa que está em viagem. Ao pedir mais dinheiro, a vítima desconfiou.

O homem de 55 anos então ligou para a esposa do amigo e foi informado de que o WhatsApp em questão havia sido clonado. Após o prejuízo, a vítima procurou a delegacia e fez o boletim de ocorrência.

Desde 2017, o golpe já vem sendo aplicado por criminosos que se passam pelo dono da conta e pedem dinheiro a lista de contatos, levantando até então, poucas suspeitas de amigos e parentes.

Os ex-ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun (MDB), e o deputado federal Geraldo Resende (PSDB) já tiveram suas contas clonadas. Em março do ano passado, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), também teve a rede social clonada.

Como evitar que seu Whatsapp seja clonado

Para evitar cair no golpe, especialistas aconselham os usuários do Whatsapp a usarem a autenticação em dois fatores do aplicativo. Dessa forma, o app usa duas formas diferentes para validar o acesso do usuário.

Assim, para entrar no seu Whatsapp, você terá de digitar uma senha de seis dígitos, o que pode evitar que criminosos entrem na sua conta apenas com a clonagem do número celular.

Deixe seu comentário

Leia Também

Crimes Fronteiriços

Veículo Bolíviano será apreendido se não pagar multa

Justiça

Quatro servidores estaduais tornam-se réus em ação penal no STJ

Reconhecimento

Câmara homenageia defensores públicos com título de Cidadão Corumbaense

Educação

Prefeito convoca 50 técnicos de educação infantil aprovados em concurso

Educação

Inep divulga resultado do Enem 2018

Loteria

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 33 milhões

Justiça

Prefeitura reconhece dívida de R$ 40 mil com a Amapil Táxi Aéreo