Menu
sábado, 16 de fevereiro de 2019
Andorinha promoção 2019 (Grande 1260x100)
Andorinha Promoção 2019 - Mobile
Geral

Ministério da Saúde, SES e Sesau realizam vistoria técnica na Unidade do Trauma

13 fevereiro 2019 - 09h36Portal do MS

Nessa terça-feira (11.2), técnicos do Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde (SES) e Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) realizaram vistoria na Unidade do Trauma, com objetivo de avaliar os custos de funcionamento para a elaboração do Plano Operativo. Desde o início de setembro do ano passado, o local começou a funcionar de forma gradual.

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, destacou que o objetivo é fazer a Unidade do Trauma funcionar em sua plenitude. “Precisamos resolver esse impasse que já vem se arrastando a mais de um ano. Esperamos que com a visita técnica o Ministério da Saúde possa aportar os recursos que havia se comprometido”, disse.

O Plano Operativo é necessário para que ocorra a pactuação entre o Ministério da Saúde, SES, Sesau e Associação Beneficente de Campo Grande – Santa Casa para que ocorra o repasse de recursos para o funcionamento da Unidade.

Os representantes do Ministério da Saúde são ligados à Coordenação Geral de Atenção Hospitalar, responsável por avaliar as unidades habilitadas referentes a custeio e produção. Na segunda-feira (11.2), foi realizado o levantamento sobre a produção da Unidade do Trauma e outras unidades habilitadas da Santa Casa.

Ontem, os técnicos realizaram vistoria na Unidade do Trauma e unidades habilitadas para averiguar necessidade de custeio do hospital. Logo após, ocorreu reunião entre o Ministério da Saúde, Prefeitura e Governo do Estado para o alinhamento da proposta para o Plano Operativo.

Com mais de 6.600 metros quadrados de área construída, o local tem 100 leitos de internação, 10 leitos de UTI, 5 salas cirúrgicas, 2 salas para cirurgia de pequeno porte, 1 sala de fisioterapia, 1 sala de reabilitação, 3 salas de observação com 15 leitos, 2 salas de raio X, 1 sala de tomografia, 2 salas de odontologia, 3 consultórios e 1 sala de emergência.

Em 2016, após o Governo do Estado retomar a obra, em parceria com o Governo Federal e Prefeitura, houve um aporte para a unidade no valor de R$ 8,4 milhões, recursos empregados pelo Governo do Estado no valor de R$ 1,6 milhão, Ministério da Saúde com R$ 2,5 milhões, Prefeitura de Campo Grande com R$ 3,2 milhões e Associação Beneficente de Campo Grande com R$ 890 mil. A Santa Casa também investiu mais R$ 4 milhões para readequar o projeto estrutural inicial da Unidade, de onde foram refeitos dois mil metros quadrados, conforme exigências da Vigilância Sanitária.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Convocados na 3ª chamada do Sisu devem fazer a matrícula no IFMS nesta sexta-feira
Serviços Públicos
Câmara reativa aplicativo WhatsApp para atender população corumbaense
Lançamento carnaval 2019
Carnaval terá shows nacionais de Tattau e Terra Samba
Incêndio
Casa pega fogo enquanto mãe leva filhos na escola
Entupimento do canal
Bombeiros enfrentam ‘baceiro’ para resgatar jovem doente no Taquari
Choque violento
Fuzileiro naval e companheira morrem ao bater moto em traseira de caminhão
Barragem
MPF pede nova vistoria em barragens de Corumbá
Barragens
Imasul apresenta relatório da vistoria da força-tarefa em barragens de Corumbá
Arquive-se
MP publica primeira relação de arquivamento em massa de investigações
Portal da Transparência
Prefeito de cidade do MS assina compromisso com o MP de aplicar a lei

Mais Lidas

Choque violento
Fuzileiro naval e companheira morrem ao bater moto em traseira de caminhão
Lesão corporal grave
Homem espancado na saída de pagode tem perdas de dentes e traumatismo craniano
Justiça
Acusada de ‘mensalinho’ pastora Lilian consegue benefício de prisão domiciliar
Policial
Polícia recupera tv furtada e devolve para proprietária em Ladário