Menu
domingo, 23 de fevereiro de 2020
Andorinha - Horários Economicos
Andorinha - Horários Econômicos
Geral

Marun diz que volta a Itaipu num momento decisivo para rota bi oceânica

03 setembro 2019 - 17h35Sylma Lima

Após cinco meses após ser afastado do Conselho da Itaipu Binacional por decisão do desembargador Rogério Favreto por ter ocupado cargo no Governo Federal, desembargadores do TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) cassaram a liminar e liberaram, na tarde desta terça-feira,03,  o ex-ministro Carlos Marun para retornar ao cargo.

Em entrevista ao Capital do Pantanal , Marun disse que esta pronto para trabalhar, “ por dois votos a um o desembargador foi derrotado, a liminar cassada e estou apto a retornar as minhas funções, sem assinatura de posse, pois a minha assinatura de janeiro tem validade e permite que eu retome meu trabalho imediatamente” . Ele disse também que Mato Grosso do Sul nunca teve ninguém num órgão como o Conselho de Itaipu ou cargo desta relevância, “ e temos que consolidar esta conquista porque eu consegui que a Itaipu bancasse a construção dessa ponte bi oceânica entre Carmelo Peralta e Porto Murtinho,  que vai unir o pacifico ao atlântico através de MS,  eu volto ao Conselho e estou disposto e feliz para ajudar nosso Estado e vamos em frente” , disse o ex ministro  Carlos Marun.

Votação

O voto decisivo no agravo de instrumento foi dado pela desembargadora Vânia Hack, contra decisão que suspendia o efeito da posse no cargo

Afastamento

A nomeação do ex-ministro já havia sido questionada em ação popular apresentada pelo advogado Rafael Evandro Fachinello que obteve o apoio do Ministério Púbico Federal. Na primeira instância, o pedido de retirada de Marun do conselho não foi aceito.

Segundo a decisão inicial do desembargador Rogério Favreto, Marun não pôde permanecer no conselho da Itaipu Binacional por ter ocupado o cargo no Governo Federal.

“Logo, não se trata de nomeação de natureza discricionária do Presidente da República, como entendido na decisão agravada, mas sim designação subordinada a determinados preceitos superiores, como os previstos na Lei 13.303/16, de ordem protetiva à probidade e moralidade administrativa”, afirmou o magistrado. (Com informações do Midiamax)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Dois são presos armados com faca no circuito do carnaval
Um dos presos estava na avenida General Rondon, principal via para desfiles de blocos e escolas de samba
Polícia
Menor é preso por furto de chinelos em Atacadista de Corumbá
Cibalenando na folia
Cibalena invade ruas do centro com 30 mil foliões
Alerta
Alvo de ladrões, pesquisa mostra gasolina a quase R$5 em Campo Grande
Desdobramentos
Identificados 10 presos em operação sobre morte de jornalista na fronteira
Serviço
Repartições públicas de Corumbá terão ponto facultativo na segunda de Carnaval e quarta de cinzas
Folia com segurança
Vai levar os filhos para pular o Carnaval? Lembre-se da identificação e outros cuidados
Responsabilidade
Vigilância sanitária fiscaliza comerciantes e ambulantes durante o Carnaval
Carnaval 2020
Marquês de Sapucaí conta a história de Corumbá em seus 241 anos
Carnaval 2020
Vila Mamona faz reedição de samba e relembra sua 1ª vitória

Mais Lidas

Homicídio
Bombeiros resgatam esfaqueado e levam autor detido para Delegacia
Polícia
Menor é preso por furto de chinelos em Atacadista de Corumbá
Flagrante
Dois são presos armados com faca no circuito do carnaval
Cibalenando na folia
Cibalena invade ruas do centro com 30 mil foliões