Andorinha

Juventude vai discutir ativismo com estudantes no FASP

Por Prefeitura de Corumbá17 MAI 2018 - 10h26min
De 24 a 27 de maio a Subjuv estará presentes em escolas de Corumbá com palestras e rodas de conversaFoto: Imagem ilustrativa

Informar os jovens sobre seus direitos e deveres como cidadãos é tarefa constante da Subsecretaria de Políticas Públicas para a Juventude (Subjuv). No Festival América do Sul Pantanal deste ano a informação vai mais além. De 24 a 27 de maio a Subjuv estará presentes em escolas de Corumbá com palestras e rodas de conversa. Entre as ações, destacam-se a parceria com a Subsecretaria de Políticas Públicas para a Mulher (SPPM) na palestra: Violência Contra Jovens Mulheres e Desconstrução do Machismo.

A palestrante convidada é a socióloga Aava Santiago Aguiar, presidenta do Conselho Estadual da Juventude de Goiás, coordenadora do Programa Goiás Sem Fronteiras e coordenadora do Índice de Vulnerabilidade Juvenil de Goiás. Sua participação vai ocorrer no dia 25, às 15h, no Colégio Objetivo de Corumbá, também em parceria com a Coordenadoria da Juventude de Corumbá.

Já no sábado, dia 26, às 9h, haverá a Roda de Conversa como tema: Ativismo e participação juvenil. As debatedoras serão Aline Cristina Pinheiro da Silva (Bacharel em Direito, pós-graduada em Direito Público, servidora do Senado Federal, Coordenadora do Grupo de Trabalho Legislativo do Senado Federal, militante de movimentos sociais de jovens e comunitários no DF) e Aava Santiago Aguiar. O local ainda será definido. As informações são da Assessoria de Comunicação FASP 2018. 

Deixe seu comentário

Leia Também

Crimes Fronteiriços

Veículo Bolíviano será apreendido se não pagar multa

Justiça

Quatro servidores estaduais tornam-se réus em ação penal no STJ

Reconhecimento

Câmara homenageia defensores públicos com título de Cidadão Corumbaense

Educação

Prefeito convoca 50 técnicos de educação infantil aprovados em concurso

Educação

Inep divulga resultado do Enem 2018

Loteria

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 33 milhões

Justiça

Prefeitura reconhece dívida de R$ 40 mil com a Amapil Táxi Aéreo