Governo - Doação de Órgãos

Justiça mantém prisão de ladrão que matou universitário em Campo Grande

Por Midiamax14 JUN 2018 - 13h29min

A Justiça manteve a prisão de João Victor Gomes Costa, de 20 anos, acusado de matar o militar da Aeronáutica  Rafael Lucas Soares, 23, na noite de terça-feira (12). João foi preso duas horas depois de cometer o crime na casa da namorada

Durante a audiência de custódia nesta quinta-feira (14), foi mantida a prisão de João Victor que foi encaminhado para uma unidade prisional. O militar foi morto por dois tiros que atingira o abdômen e a perna.

Em depoimento após sua prisão, João disse que “estava no direito de atirar” no soldado para se defender, pois a vítima reagiu ao assalto. Antes de matar o militar, o suspeito fazia um arrastão no bairro e já tinha roubado quatro celulares de moradores.

O crime

Rafael Lucas Soares foi assassinado quando esperava em ponto de ônibus em frente à casa onde morava, na Rua Bacabá, para ir à faculdade onde faria uma prova. Ele foi abordado por João, que estava em uma moto Honda Titan vermelha e anunciou o assalto.

O militar reagiu, momento em que foi atingido por dois tiros no abdômen e perna. O Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel) foram acionados, porém o rapaz morreu no local.

O assaltante fugiu correndo a pé e deixou a moto e o celular no

Deixe seu comentário

Leia Também

Acessibilidade

Vereador pede ao Governo, recuperação de calçada de escola estadual

Educação

Com diretores da REME, Prefeitura celebra Dia dos Professores

Meio ambiente

PMA realiza soltura de jacaré-de-papo-amarelo capturado por bombeiros

Economia

MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma

Acessibilidade

Solicitada recuperação de passarela de acesso a escola em Porto Esperança

Geral

Dois morrem afogados em córrego e amigos usam anzol para encontrar corpos

Geral

Depois de alerta de emergência, Rio Miranda volta ao nível normal