Andorinha

Italiano Cesare Battisti é preso na Bolívia

Por R713 JAN 2019 - 10h19min
Batisti foi preso em Outubro de 2017 tentando cruar a fronteira boliviana e após audiência regressou a São Paulo. Foto: Sylma Lima

O italiano Cesare Battisti foi preso neste sábado (12), na Bolívia, segundo o jornal o Estado de S. Paulo. O STF (Supremo Tribunal Federal) havia emitido uma ordem de prisão em dezembro, mas o italiano não foi encontrado. A decisão cumpre um pedido do governo italiano de extradição de Battisti, onde foi condenado à prisão perpétua.

Filipe Martins da Assessoria Internacional do Presidência publicou no Twitter uma mensagem na qual confirma a informação de que o italiano foi preso e poderá ser extaditado para a Itália, depois de trazido para o Brasil.

Segundo o jornal Corriere della Sera, Battisti estava em Santa Cruz de la Sierra. Ele caminhava quando acabou detido por uma equipe de investigadores italianos da Interpol. A notícia diz ainda que ele estava sozinho e não ofereceu resistência. O italiano vestia calça e blusa azul, e usava óculos escuros.

Estrangeiro foi condenado à prisão perpétua na Itália onde responde pela morte de quatro pessoas. Foto:  Corriere della Sera

O caso

Cesare Battisti, de 63 anos, foi condenado na Itália por homicídios e vivia em São Paulo. Ex-membro do grupo Proletários Armados pelo Comunismo, um braço das Brigadas Vermelhas, ele foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro homicídios na década de 1970, dos quais se declara inocente.

Ele passou 30 anos como fugitivo entre o México e a França e, em 2004, veio para o Brasil, onde permaneceu escondido durante três anos, até ser detido em 2007.

Em 2009, o STF autorizou a extradição em uma decisão não vinculativa que dava a palavra final ao então presidente Lula, que a rejeitou em 2010, no último dia do segundo mandato e o ato foi confirmado pelo STF.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirmou que pretende extraditar o italiano.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Crimes Fronteiriços

Veículo Bolíviano será apreendido se não pagar multa

Justiça

Quatro servidores estaduais tornam-se réus em ação penal no STJ

Reconhecimento

Câmara homenageia defensores públicos com título de Cidadão Corumbaense

Educação

Prefeito convoca 50 técnicos de educação infantil aprovados em concurso

Educação

Inep divulga resultado do Enem 2018

Loteria

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 33 milhões

Justiça

Prefeitura reconhece dívida de R$ 40 mil com a Amapil Táxi Aéreo