Andorinha - Novos ônibus -Campanha 2

Homem que matou por causa de moai vai a júri 22 anos depois do crime

Por Campo Grande News13 JUL 2018 - 08h44min
Réu (de casaco claro) durante julgamento na manhã desta sexta-feiraFoto: Bruna Kaspary

Aparecido Lourenço dos Santos acusado de matar Ivan Bispo da Silva a tiros, em dezembro de 1996, passará por júri popular na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, nesta sexta-feira (13). Conforme a denúncia, o crime ocorreu quando a vítima cobrava o pagamento de um moai.

Segundo a acusação, Aparecido matou Ivan a tiros, no dia 22 de dezembro de 1996, por volta das 18 horas, no bairro Aero Rancho, em Campo Grande. Na companhia do irmão, a vítima teria ido até a residência do acusado para cobrar uma dívida relativa a um moai. Contudo, ao chegar no local, o réu teria efetuado os disparos de arma de fogo, atingindo fatalmente a vítima.

O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) pontuou na denúncia, que o motivo do crime seria torpe, pois o acusado teria matado a vítima porque ela lhe devia dinheiro. Ainda segundo a acusação, Aparecido cometeu homicídio doloso qualificado por motivo torpe.

Em alegações finais, o Ministério Público pugnou pela pronúncia do acusado, nos termos da denúncia, e a defesa pleiteou a absolvição sumária.

Andamento atípico - O processo teve um andamento atípico para as varas do júri da Capital, que costumam ter andamento rápido dos processos. Neste, em especial, houve contratempos, já que a ação foi destruída em 2000 e o réu foi citado por edital.

Em 2009, o processo foi arquivado aguardando a captura do réu, que ocorreu anos mais tarde, sendo o feito reativado em junho de 2015, com oferecimento de denúncia.

Em janeiro de 2016, o juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida impronunciou o acusado, diante da falta de elementos suficientes de autoria. Houve recurso e o Tribunal de Justiça reformou a sentença de impronúncia, determinando que o acusado seja submetido a júri popular.

Deixe seu comentário

Leia Também

Transparência

Prefeitura gasta R$ 49 mil com enérgetico e barras de cereais para o “Pantanal Extremo”

Ação social

Praça da Nova Corumbá terá posto para vacinar cães e gatos nos dias 17 e 18

Curso

Senac de Corumbá oferece cursos nas áreas de informática, design e beleza

Eventos

Na abertura da Feapan, mercado do boi mostra reação após cheia no Pantanal

Acidente de transito

Motoqueiro sai ferido acidente com carro na 21de Setembro

Policial

Embriagado jovem arrebenta carro na traseira de caminhão

Pantanal

Governo de MS interliga, por estradas, Pantanal isolado