Menu
domingo, 29 de março de 2020
Andorinha - Horários Econômicos - CorumbáXCampo Grande - Março
Andorinha_Horários Econômicos_CorumbáXCampo Grande_Março
Geral

Fórum de Capoeira de MS quer incluir luta no calendário de eventos e criar Circuito Cultural

14 fevereiro 2020 - 11h20Assessoria

O Fórum de Capoeira de Mato Grosso do Sul se reuniu com representantes da Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo), juntamente com a Coordenadoria da Igualdade Racial de Campo Grande, com o objetivo de captar políticas públicas voltadas à atividade. Entre as propostas apresentadas estão: colocar a Capoeira dentro do calendário de eventos da secretaria, promover o Circuito Cultural de Capoeira e atividades durante no mês em que se comemora o Dia do Capoeirista, em 3 de agosto.

O coordenador geral do Fórum de Capoeira de MS, André Luiz, explica qual a importância do desenvolvimento da atividade em nossa sociedade. “Grupos importantes de Capoeira fazem trabalhos na periferia, com práticas sociais, tirando meninos e meninas das ruas, do envolvimento com drogas e violência, sem qualquer apoio por parte da Prefeitura Municipal e Governo do Estado. Esses trabalhos culturais são muitas vezes desconhecidos pelas pessoas e nossa proposta é de que a sociedade tenha acesso mais direto a eles. As aulas de Capoeira são enriquecedoras, pois além de conhecerem e entenderem o que é, os alunos podem descobrir a história cultural por trás de tudo isso”, destaca.

Para ele, os editais promovidos pelo Município e Estado direcionados à cultura, não são suficientes para dar maior visibilidade e aproximar a população de algumas práticas esportivas, como a Capoeira. “Pessoas físicas e jurídicas podem apresentar seus projetos para concorrer, mas na maioria das vezes ficam de fora de recursos voltados exclusivamente para estes fins. O que Mato Grosso do Sul precisa é que a cultura seja mais constante, de fácil acesso e que seja amplamente divulgada”, ressalta.

A ideia principal do Fórum é fazer com que a Capoeira esteja tanto nos espaços públicos como privados, como forma de aproximá-la à sociedade. No encontro, também foram demandados incentivos para a realização de aulas e seminários de Capoeira. “Nos grupos espalhados pelos bairros da cidade, por exemplo, temos profissionais preparados. É importante fazer com que a população procure as academias e os mestres”, salienta.

A Sectur se prontificou a elaborar um edital entre março e abril para os eventos propostos.  “A Sectur  e a Coordenadoria da Igualdade Racial de Campo Grande foram as únicas que abriram as portas para que fossemos ouvidos e pudéssemos apresentar uma agenda de eventos. Estamos esperançosos porque a maior beneficiada é a sociedade. O Fórum quer que o cidadão esteja mais próximo dessa cultura que é genuinamente brasileira”, finalizou André.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Vítima de crime cibernético vereador mais uma vez aciona a justiça
28 casos em MS
Jovem de 21 anos é o segundo caso de coronavírus em Dourados
Fiscalização
MPT recebe mais de 2.400 denúncias de violações trabalhistas relacionadas à Covid-19
Contribuição
Mais R$ 75 mil em recursos trabalhistas são transferidos para contenção da Covid-19 em MS
Com esse aporte, reversão de valores para aquisição de equipamentos chega a quase R$ 200 mil em menos de uma semana. No país, passou de R$ 61 milhões
De Corumbá para as passarelas
Ganhador do ‘Garoto Corumbá 2020’ pode virar modelo nacional
Cidade
Bairro do centro e Aeroporto podem ficar sem água neste sábado
Prêmio
Segundo sorteio do Programa Nota Premiada acontece neste sábado (28)
Alimento na mesa
Mais de 4 mil famílias em Corumbá receberão kit mernda escolar
Política
Justiça proíbe Bolsonaro de adotar medidas contra isolamento
Política
MS conquista suspensão da dívida com União por seis meses

Mais Lidas

De Corumbá para as passarelas
Ganhador do ‘Garoto Corumbá 2020’ pode virar modelo nacional
Denúncia
Vítima de crime cibernético vereador mais uma vez aciona a justiça
28 casos em MS
Jovem de 21 anos é o segundo caso de coronavírus em Dourados
Fiscalização
MPT recebe mais de 2.400 denúncias de violações trabalhistas relacionadas à Covid-19