Andorinha

Feapan abre dia 15 com leilões de gado e equinos de alto padrão

Por Silvio Andrade08 NOV 2018 - 08h57min

O Sindicato Rural de Corumbá promove de 14 a 18 de novembro mais uma edição da Feapan (Feira Agropecuária do Pantanal), no Parque de Exposição Belmiro Maciel de Barros. A programação inclui leilões de elite de gado de corte, reprodutores e do cavalo pantaneiro - animais de alto padrão genético produzidos pelas fazendas e pela Embrapa Pantanal.

Maior município do Pantanal, com território de 64 mil km², Corumbá detém o segundo maior rebanho do país (1,9 milhão de cabeças, da raça nelore) e hoje abastece em mais de 50% o mercado de Mato Grosso do Sul com bezerros. O município possui mais de 1,8 mil fazendas e a pecuária é o setor que mais emprega, superando a mineração, o comércio e o turismo.

Oito empresas estarão expondo seus produtos, dentre as quais a Pantagro, Servisal, Dalmacia, Caiobá Motos e John Deere. Com linha de crédito disponibilizada pelo Banco do Brasil, o Sindicato Rural estima uma comercialização acima da média das feiras anteriores. Haverá ainda shows abertos com Alex e Yvan, Junior e Luan, Os Garotos e grupo Eco do Pantanal

Leilões e prova do laço

A abertura solene da Feapan será às 19h do dia 15, seguido do leilão de gado de corte, realizado pela Leiloboi, com a comercialização de 1.000 animais de várias regiões do Pantanal. A Leiloboi disponibilizou este ano uma comitiva para reunir o gado do Paiaguás e embarca-lo no Porto do Alegre. Esses animais descansarão pelo menos uma semana na fazenda da leiloeira.

No dia 16, será realizado o leilão de 200 touros (nelore, caracu, nelore mocho e Guzerá) de propriedade da Embrapa Pantanal, Mate Laranjeira, Mercy Vilela, Nelore KR, Wilson Cavalcanti, Arlindo Pavan, Hélio Figueiredo e Nelore Di Genio. O leilão de 40 cavalos pantaneiros, de propriedade de 26 criadores, será no dia 17, às 20h, no Corumbaense.

De 15 a 17, um dos atrativos no Parque Belmiro Maciel de Barros, com portões abertos, será a prova técnica do laço comprido com a participação do cavalo pantaneiro, animal rústico que se adaptou há séculos no Pantanal e se tornou uma raça nobre. As provas esportivas serão uma seletiva para a etapa final na cidade de Poconé (MT), um dos berços do equino.

Melhoramento genético

A programação inclui palestras e Dia de Campo sobre melhoramento genético animal aplicado para a região pantaneira, no dia 16, iniciativa da Embrapa Pantanal. O produtor obterá mais informações de resultados de pesquisas nas áreas de melhoramento animal, ficará por dentro das novidades sobre estratégias de manejo nutricional de touros e outras tecnologias.

Deixe seu comentário

Leia Também

Saúde

Buscando investimentos para Santa Casa, prefeito se reúne com secretário de Saúde

Meio Ambiente

Calor de 37,7ºC faz de Aquidauana uma das cidades mais quentes do Brasil

Policial

Equipe de rádio patrulha de Corumbá captura Homem foragido da justiça

Policial

Equipe de rádio patrulha Ladário captura dois indivíduos foragidos da justiça

Fiscalização

Caixa Econômica fiscaliza ocupação irregular de imóveis do Minha Casa, Minha Vida

Policial

Equipe de rádio patrulha prende Homem foragido da justiça por porte ilegal de arma de fogo

Parceria

Com Estado, Município trata de ações para o Carnaval e preservação do patrimônio