Governo - Doação de Órgãos

Engenheiro de 27 anos está entre presos em operação contra pedofilia

Por Midiamax17 MAI 2018 - 09h39min
São cumpridos 5 mandados em Campo GrandeFoto: Midiamax

Um engenheiro de 27 anos está entre os presos da operação Luz da Infância, deflagrada nesta quinta-feira (17) pela Polícia Civil, em Campo Grande. Ele foi preso pelo Garras (Grupo Armado de Resgate e Repressão a Assaltos e Sequestros) em sua residência, no Coophavila.

Nove mandados são cumpridos no Estado e cinco em Campo Grande. Dourados, Navirai e Glória de Dourados são cidades alvos da operação. Sendo que em Dourados, um homem identificado como ‘Tony’ foi preso. Mandados são cumpridos na residência e empresa dele.

Mais três investigados são procurados pela polícia em Campo Grande. De acordo com a delegada Marília de Brito da Depca (Delegacia de Proteção à Infância e Adolescente),  que durante as buscas, permitidas com os mandados de busca e apreensão, se for confirmada a posse de material ilegal, os suspeitos são presos em flagrante. “Com a apreensão dos materiais serão lavrados os autos de prisão em flagrante dos investigados”, disse a delegada.

Primeira fase da operação

Em 2017 durante a primeira fase da operação deflagrada na Capital, um advogado de 64 anos e um vendedor de carros de 27 anos foram presos. Três mandados foram cumpridos na Capital, mas apenas duas prisões foram feitas. A Operação aconteceu em todo o Brasil com o objetivo apreender computadores e dispositivos que continham o armazenamento de imagens e vídeos contendo crianças.

Deixe seu comentário

Leia Também

Acessibilidade

Vereador pede ao Governo, recuperação de calçada de escola estadual

Educação

Com diretores da REME, Prefeitura celebra Dia dos Professores

Meio ambiente

PMA realiza soltura de jacaré-de-papo-amarelo capturado por bombeiros

Economia

MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma

Acessibilidade

Solicitada recuperação de passarela de acesso a escola em Porto Esperança

Geral

Dois morrem afogados em córrego e amigos usam anzol para encontrar corpos

Geral

Depois de alerta de emergência, Rio Miranda volta ao nível normal