Menu
quinta, 25 de abril de 2019
Câmara - Dengue
Andorinha - Viaje para Campo Grande com a Andorinha
Geral

Em nota prefeitura diz que contratações estão dentro da legalidade

12 fevereiro 2019 - 17h53Sylma Lima

Na tarde desta terça-feira,12,  juiz da Vara da Fazenda Pública Daniel Scaramella recomendou que  a prefeitura demitisse todos os funcionários contratados, na Secretaria de Educação do Município, os chamados contratos temporários. A decisão também proíbe a contração de novos funcionários na pasta.

Em nota expedida pela assessoria de imprensa do município, a prefeitura dia que tem respeitado todos os princípios técnicos consticionais, que são devidaente divulgadas pelo Portal da Transparencia. Confiram a nota:

A PREFEITURA MUNICIPAL DE CORUMBÁ, POR MEIO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, COMUNICA QUE ESTÁ PRESTANDO TODAS AS INFORMAÇÕES TÉCNICAS E JURÍDICAS À PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO PARA ESCLARECIMENTO DA AÇÃO CIVIL PÚBLICA ENVOLVENDO CONVOCAÇÕES DE PROFESSORES.

ESCLARECE TAMBÉM QUE TODAS AS AÇÕES TOMADAS PELA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BASEIAM-SE NAS RECOMENDAÇÕES E PARECERES TÉCNICOS DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO E RESPEITAM OS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DA PUBLICIDADE, MORALIDADE E LEGALIDADE, DE MODO QUE TODAS AS CONVOCAÇÕES SÃO DEVIDAMENTE DIVULGADAS NO DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO.

A PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO ESTÁ ANALISANDO O PRESENTE CASO E DEMONSTRARÁ A LEGALIDADE NOS PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO.

Decisão

De acordo com o Promotor de Justiça Luciano Bordignon Conte, em outubro de 2018 a Ouvidoria do MPMS registrou a Notícia de Fato nº 01.2018.00011709-1, noticiando irregularidades das contratações temporárias que foram realizadas pelo Secretário Municipal de Corumbá para ocupar as chamadas “vagas puras” desrespeitando os candidatos aprovados em concurso público, dando origem à instauração do Inquérito Civil nº 06.2018.0033280-7.

A apuração do MPMS constatou que em agosto de 2018, o Secretário de Educação, Genilson Canavarro de Abreu promoveu a contratação de diversos profissionais de educação para ministrarem aulas em caráter temporário em desacordo com a legislação. Consta nos autos, que o Secretário procedeu às referidas contratações durante a vigência do Concurso Público nº 01/2018 da Prefeitura Municipal de Corumbá para o provimento de cargos efetivos na Educação do Município, classificando centenas de candidatos fora do número de vagas no certame (cadastro reserva) para a mesma função que os contratados temporariamente passaram a exercer.

Ainda de acordo com o MPMS, o Secretário de Educação realizou 278 contratações temporárias, sem observância dos critérios constitucionais e em total preterição ao concurso público recém realizado, para o provimento de cargos públicos vagos.

Diante disso, o Juiz de Direito, em substituição legal, Daniel Scaramella Moreira deferiu liminar e determinou a rescisão de todos os contratos temporários firmados na Secretaria de Municipal de Educação que ocupam vagas puras, sob pena de multa diária no valor de R$ 500 (quinhentos reais), para cada funcionário ilegalmente contratado, a contar da intimação pessoal.

Foi determinado ainda, que o prefeito de Corumbá Marcelo Iunes e o Secretário da pasta de Educação Genilson Canavarro Abreu, se abstenham imediatamente de realizar novas contratações temporárias de profissionais da Educação, sob pena de multa diária no valor de R$ 500, para cada funcionário ilegalmente contratado. Novas contratações deverão ser justificadas e autorizadas na ação, enquanto tramitar o feito.

A ação civil pública busca a substituição das contratações temporárias na Secretaria de Educação pelas pessoas que aguardam nomeação em lista de aprovados e cadastro de reserva do concurso público em vigor, em respeito à norma do artigo 37, inciso II, da Constituição Federal.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Prefeitura vai recorrer de decisão que quer bloqueio de conta municipal por dívida do hospital com a Enersul
Capacitação
Senac MS lança programa de qualificação voltado para o comércio
Defesa do consumidor
Passageiros da Avianca, com voos cancelados, devem ser reembolsados
Policial
Homem é preso por furtar chinelo e desodorante em mercado
Policial
Assalto em dois Postos de combustíveis em Corumbá
Essa madrugada foi de intensa movimentação da Polícia Militar entretanto, não conseguiu localizar os assaltantes
Policial
PM prende dois foragidos da justiça nas últimas horas
Policial
Vendedora de ‘paradinha’ é presa com a ‘boca na botija’ pela PM
Alarme falso
Sobrecarga elétrica pode ter disparado alarme de incêndio no hospital da Cassems
Emergência Médica
Marinha socorre criança doente na região do Taquari
Devido a ‘baceiros’ no leito do rio a única maneira de deslocamentos é através de aeronaves
Oportunidade
IFMS abre 560 vagas para cursos técnicos a distância

Mais Lidas

Mulher
Prêmio Destaque Mulher 2019 será entregue na segunda, dia 29
Água e Esgoto
Câmara autoriza início das conversações para renovação de concessão com a Sanesul
Capacitação
Senac MS lança programa de qualificação voltado para o comércio
Emergência Médica
Marinha socorre criança doente na região do Taquari
Devido a ‘baceiros’ no leito do rio a única maneira de deslocamentos é através de aeronaves