Matrículas - Sesi

Em busca de parcerias, Governo cria programa “Adote Parque das Nações Indígenas”

Por Portal do MS26 OUT 2017 - 10h47min
Decreto publicado nesta quinta, 26, coloca algumas áreas do parque em doação.Foto: Mário Hada

Em busca de parcerias para cuidar do Parque das Nações Indígenas, o Governo de Mato Grosso do Sul criou um programa que colocará para “adoção” algumas áreas do local. Nesta quinta-feira, 26, decreto assinado pelo governador Reinaldo Azambuja e publicado no Diário Oficial do Estado (DOE-MS) instituiu o “Programa Estadual de Parcerias para Adoção de Áreas e Equipamentos do Parque das Nações Indígenas”, o Adote PNI. Conforme a publicação, o programa visa a “promoção da integração de esforços e de recursos entre os setores público e privado, na busca do cumprimento dos objetivos de criação do Parque das Nações Indígenas e da melhoria da qualidade de vida da comunidade campo-grandense”.

Entre os itens que o decreto considera estão a adoção (manutenção, reforma, edificação de prédios, aquisição/implantação de equipamentos e a aquisição de bens); manutenção (serviços gerais de limpeza de áreas plantadas, passarelas, lagos, reparos, manutenção de gramados, manutenção de jardins, poda de árvores e irrigação); reforma (recuperação de estruturas prediais, sem ampliação, e mantendo suas características originais, e recuperação de áreas degradadas mediante a implantação de projetos paisagísticos); edificação de prédio (obra de edificação de novas estruturas prediais de interesse da administração do parque); e aquisição de equipamentos e bens (aquisição de equipamentos e bens destinados à segurança do parque e da população, equipamentos de lazer, entre outros, destinados à melhoria do atendimento ao público e à qualidade de vida da população).

Interessados em firmar parcerias com o Governo do Estado e colaborar com os cuidados do maior parque urbano de Mato Grosso do Sul podem apresentar proposta de adesão ao Imasul (Instituto de Meio Ambiente do Estado). O interesse deve ser formalizado por meio de carta de intenção, acompanhada do projeto, de documentos pessoais e da constituição da empresa, no caso de pessoa jurídica. Em troca, os padrinhos da adoção poderão veicular no local placas de publicidade. Mais informações sobre o decreto podem ser obtidas no DOE-MS.

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Fuga

Interno não consegue entrar com celular e foge do semiaberto

Serviço

Testes na nova ETA de Ladário pode causar falta de água até sábado (25)

Otimismo

Aumenta vagas de emprego no comércio de MS

Comunicado

Prorrogada publicação dos classificados no processo seletivo da Fundtur

Educação

Governo finaliza compra de uniformes, kits e merenda escolar para 2018

Economia

Com R$ 1,6 bilhão de MS, volume contratado do FCO em 2017 já é recorde histórico no País

Conflito territorial

Fazenda Baía da Bugra em Porto Esperança é invadida por indígenas