Menu
segunda, 09 de dezembro de 2019
Campanha Viajar Andorinha - Abraço
Mobile - Campanha Viajar Andorinha - Felicidade
Geral

Dezembro segue como um dos meses mais chuvosos no Estado

03 dezembro 2019 - 09h08Mireli Obando/Portal do MS

Pelo histórico da climatologia do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) analisando o período de 1981-2010, dezembro é um dos meses mais chuvosos do ano em Mato Grosso do Sul, e são esperados uma média geral de até 200 milímetros ao longo do mês, com temperaturas variando entre 20 °C a 33°C. Em 2019, a estação chuvosa, que devia ter começado em Outubro, teve seu início em meados de Novembro, configurando um atraso médio de 45 dias para o estabelecimento das chuvas.

Conforme a coordenadora do Cemtec, Franciane Rodrigues, a região do Pacífico Equatorial, onde se dá o Fenômeno La Niña e El Niño está com temperaturas ligeiramente acima da média, mas que não excede os 0,5°C. Assim, há uma condição de neutralidade para ENOS (El Niño Oscilação Sul) que irá se manter nos próximos meses.

“Para Mato Grosso do Sul, espera-se a manutenção da estação chuvosa sem risco de períodos secos com acumulados acima da média para o mês, e as temperaturas tendem a ficar ligeiramente abaixo da média, ou seja, espera-se que seja mais chuvoso que o normal e as temperaturas mais agradáveis”, avalia a especialista. 

Conforme o modelo internacional de previsão de tempo National Centers for Environmental Prediction (NCEP/NOAA) a primeira quinzena de dezembro será de tempo chuvoso em Mato Grosso do Sul. 

No primeiro período analisado, de 2 a 10 de dezembro as condições para chuva no Estado continuarão em todas as regiões, com maiores acumulados concentrados nas regiões sul, norte e nordeste onde são esperados 100 milímetros acumulados ao longo do período. Nas demais áreas, as chuvas ocorrerão com acumulados menores chegando a valores de até 60 milímetros acumulados.

Já entre os dias 10 a 18 de dezembro, a previsão também é de condições para chuva, com formação de corredores de umidade que manterão as chuvas com maiores acumulados nas regiões norte e bolsão, onde o acumulado pode chegar a valores acima de 100 milímetros. Nestas regiões é necessário atenção as possíveis condições adversas no tempo, como por exemplo, chuvas intensas, ventos fortes, raios e até granizo. Para as demais áreas, as expectativas de chuva são menores e podem chegar em até 60 milímetros acumulados ao longo do período.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Busca continua
Homem que caiu no rio Paraguai continua desaparecido
Trânsito
Motociclista fratura nariz em queda acidental de moto
Trânsito
Colisão entre carro e moto causa fratura e multiplos ferimentos em mulher
Contra o abandono animal
Hoje (7) tem adoção Pet no CCZ de Campo Grande
Oportunidade
IFMS abre inscrições para especialização gratuita em docência
São ofertadas 200 vagas em Campo Grande, Corumbá, Jardim, Ponta Porã e Três Lagoas. As inscrições seguem até 9 de janeiro
Pesquisa
Natal e Ano Novo devem movimentar R$ 48,8 milhões no comércio de Corumbá e Ladário
Jovens e Adultos
Participantes já podem conferir os resultados do Encceja
Consumidor
Corumbá firma convênio com TJ para conciliação e mediação de conflitos
Posse
“A Polícia Federal precisa ampliar sua estrutura na região”, afirma o novo delegado da PF em Corumbá
Polícia Federal
Posto de Controle Migratório Terrestre na fronteira é ampliado

Mais Lidas

Busca continua
Homem que caiu no rio Paraguai continua desaparecido
Trânsito
Motociclista fratura nariz em queda acidental de moto
Trânsito
Colisão entre carro e moto causa fratura e multiplos ferimentos em mulher
Contra o abandono animal
Hoje (7) tem adoção Pet no CCZ de Campo Grande