Matrículas - Sesi

Corumbá abre seleção para Agentes Comunitários e de Vigilância em Saúde

Por Assessoria PMC30 OUT 2017 - 09h11min

A Prefeitura de Corumbá abre hoje, 30 de outubro, inscrições para processo seletivo simplificado destinado à contratação temporária de profissionais, para atuar na Secretaria Municipal de Saúde na função de Agente de Vigilância em Saúde.

O processo disponibiliza 25 vagas com vencimentos de R$ 1.014,00 e carga horária de 40 horas. A contratação é por 12 meses podendo ser prorrogada por igual período. Como requisitos básicos para a função, as exigências são ter o Ensino Fundamental completo; comprovação de experiência e habilidade para exercer a função; disponibilidade de horário e não possuir vínculo com a administração pública Municipal, Estadual e/ou Federal, com exceção dos casos previstos em Lei.

Ao todo são ofertadas 55 vagas com salário de R$ 1.014,00. Foto: Marcos Boaventura/PMC

São atribuições da função de Agente de Vigilância em Saúde: realizar atividades de vigilância, prevenção e controle de doenças e promoção da saúde, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do SUS e sob supervisão do gestor municipal; realizar visitas domiciliares, vistoria do imóvel e detalhar as orientações para eliminar as situações de risco encontradas; notificação de doenças e agravos; investigação epidemiológica; diagnóstico laboratorial de agravos; diagnóstico laboratorial de agravos de saúde pública; vigilância ambiental; vigilância de doenças transmitidas por vetores e antropozoonozes; controle de doenças; imunizações; monitoramento de agravos de relevância epidemiológica; e divulgação de informações epidemiológicas.

As inscrições vão até a quarta-feira, 1° de novembro, e devem ser feitas na Escola de Governo do Município de Corumbá, que fica na rua Colombo, 1766, Centro, no período das 07h30 às 13h30.

Agente Comunitário de Saúde

Também foram abertas nesta segunda-feira, dia 30, inscrições para processo seletivo que vai contratar Agente Comunitário de Saúde. São 16 vagas – sendo 08 para atuação no bairro Guatós e o mesmo número para atuar no bairro Maria Leite, conjunto Padre Ernesto Sassida – com carga horária de 40 horas e vencimentos de R$ 1.014,00. Para a função é exigido Ensino Fundamental completo e residir na área de abrangência.  A contratação é por 12 meses podendo ser prorrogada por igual período.

São atribuições da função: trabalhar com adstrição de famílias em base geográfica definida, a microárea; cadastrar todas as pessoas de sua microárea e manter os cadastros atualizados; orientar as famílias quanto à utilização dos serviços de saúde disponíveis; realizar atividades programadas e de atenção à demanda espontânea; acompanhar, por meio de visita domiciliar, todas as famílias e indivíduos sob sua responsabilidade; as visitas deverão ser programadas em conjunto com a equipe, considerando os critérios de risco e vulnerabilidade de modo que as famílias com maior necessidade sejam visitadas mais vezes, mantendo como referência a média de 1 (uma) visita/família/mês; desenvolver ações que busquem a integração entre a equipe de saúde e a população descrita à USB, considerando as características e as finalidades do trabalho de acompanhamento de indivíduos e grupos sociais ou coletividade; desenvolver atividades de promoção de saúde, de prevenção das doenças e agravos e agravos de vigilância à saúde, por meio de visitas domiciliares e de ações educativas individuais e coletivas nos domicílios e na comunidade, como por exemplo, combate à Dengue, Malária, Leishmaniose, entre outras, mantendo a equipe informada, principalmente a respeito das situações de risco; estar em contato permanente com as famílias, desenvolvendo ações educativas, visando à promoção da saúde, à prevenção das doenças e ao acompanhamento das pessoas com problemas de saúde, bem como ao acompanhamento das condicionalidades do Programa Bolsa Família ou qualquer outro programa similar de transferência de renda e enfrentamento de vulnerabilidades implantado pelo Governo Federal, Estadual e Municipal de acordo com o planejamento da equipe; o correndo situação de surtos e epidemias, executar em conjunto com o agente de endemias ações de controle de doenças, utilizando as medidas de controle adequadas, manejo ambiental e outras ações de manejo integrado de vetores, de acordo com a decisão da gestão municipal. É permitido ao ACS desenvolver outras atividades nas unidades básicas de saúde, desde que vinculadas às atribuições descritas.

As inscrições também vão até segunda-feira, 1° de novembro, na sede da Escola de Governo do Município de Corumbá. Mais informações, com relação aos dois processos seletivos, na edição de 16 de outubro do Diário Oficial do Município de Corumbá (DIOCORUMBÁ).

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Conexão Internacional

Voo direto entre Campo Grande e Paraguai começa funcionar

Capital

Caminhada em Campo Grande pede tolerância com diversidade religiosa

Internacional

Paraguai reconstitui hoje assassinato de jornalista na fronteira com MS

Oportunidade

Semana começa com 420 vagas em concursos e salários de até R$ 19,4 mil

Serviço

Ação Cidadania da Fiems encerra o ano com 36,9 mil atendimentos

Educação

Prova do IFMS reúne mais de 3,4 mil candidatos em dez municípios

Serviço

Em Corumbá, vereador cobra instalação de loja ou posto de atendimento da Oi