Menu
quarta, 03 de junho de 2020
Andorinha - Medidas Preventivas Coronavírus
Andorinha - medidas preventivas
Geral

Conselho Estadual elabora plano para difusão do Manejo Integrado de Pragas em MS

23 abril 2019 - 09h51Portal do MS

Já está em fase de elaboração, no âmbito do Conselho Estadual de Agrotóxicos de Mato Grosso do Sul (CEA-MS), vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), uma proposta de Plano para Difusão do Manejo Integrado de Pragas em Mato Grosso do Sul (MIP).

Um esboço da proposta foi apresentado pelo grupo de trabalho do CEA-MS ao superintendente de Produção e Agricultura Familiar da Semagro, Rogério Beretta e técnicos da secretaria: “A iniciativa visa nortear ações que serão desenvolvidas, sob a coordenação do Governo do Estado, com a participação da maioria das instituições públicas e privadas ligadas ao setor agrícola de Mato Grosso do Sul”, informou Rogério Beretta.

Segundo Beretta, o objetivo do Plano é nortear políticas públicas e privadas que contribuam para o emprego desta técnica de controle de pragas. “A ideia é inicialmente -se difundir o Manejo Integrado de Pragas em áreas com cultivo de soja, milho, feijão, hortícolas, algodão e cana-de-açúcar”.

De acordo com o representante da Semagro no CEA-MS, Fernando Nascimento, “o Plano prevê investimento em pesquisa tecnológica; Capacitação de técnicos, produtores e trabalhadores rurais; Realização de seminários, dias de campo, palestras, Grupo de Troca de Experiências que visem difundir a técnica e preparar os agentes para o melhor uso da mesma e incentivos aos produtores que aderirem à técnica do MIP”.

Ele lembra da relação entre controle biológico de pragas e o MIP. “O controle biológico é uma das alternativas de controle que poderá ser utilizado, dentre outras alternativas. Para tal, deve-se investir também nessa linha, já que busca-se o uso racional de agrotóxicos, por isto, a combinação do controle biológico e outras técnicas são bem vindas dentro desse contexto”.

A falta de conhecimento da produção de agentes de controle (fungos e bactérias), a carência de técnicos com experiência nessa técnica e poucos produtos disponíveis no mercado são alguns dos motivos pelos quais os produtores não adotam o manejo integrado de pragas. “Além disso, há uma falsa ideia de que é uma técnica de risco, levando ao receio de perder a produção; tempo de atuação do agente controlador da praga, gerando insegurança; necessidade de mão de obra especializada na identificação de pragas no monitoramento”, comenta Rogério Beretta.

Além das entidades que fazem parte do CEA-MS, como a Semagro, SES, Iagro, SFA-MS, MPE, Embrapa, CREA-MS, Incra-MS, UFMS, UEMS, outras instituições já estão contribuindo com sugestões, no entanto, outras poderão aderir, já que o tema é de interesse de muitas instituições do setor agrícola estadual.

A previsão é de que o Plano seja apresentado na próxima reunião do Conselho Estadual de Agrotóxicos em 26 de abril, para discussão. Caso seja aprovado no âmbito do Conselho e pelo secretário Jaime Verruck, o Governo do Estado poderá implementar uma Política Pública para o setor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Proteção Individual
Lions Club Internacional doa protetores faciais para Corumbá
Testes Rápidos
Começa nesta amanhã a segunda fase do estudo Epicovid-19
Polêmica
Proposta de adiamento das eleições pode dar 10 anos de mandato a 14 prefeitos em MS
A unificação das eleições poderá manter 14 prefeitos, que encerrariam o mandato em dezembro, no cargo por mais dois anos
Covid-19
No epicentro da doença, indígenas já são 18% dos casos de Dourados
Economia
Saiba como conferir se o CPF foi usado em fraude no Auxilio Emergencial
Entrevista
TSE: Calendário eleitoral não muda e tudo segue normalmente
Imunização
Vacinação contra H1N1 é ampliada para público de todas as fases até 30 de junho
Gestão
Comitê planeja processo de retomada do desenvolvimento pós pandemia em MS
Na Assembleia
Governo quer prorrogar Refis de ICMS até 15 de julho
Melhoramentos
Ladário recebe investimento de R$ 3 milhões na rede de água e tem mais de 7 km da rede de esgoto ampliada

Mais Lidas

Corumbá
Cinco pessoas são presas com mais de 2 quilos de maconha
Corumbá
Mulher é surpreendida com rato preso no painel do carro
Aquidauana
Delegado investigado por furto de 101 quilos de cocaína em MS volta para prisão
Fogo
Incêndio destrói parte de locomotiva na região da Laginha