Governo - Doação de Órgãos

Conciliação evitou prisões e fez acordo com mais de 200 pessoas em Corumbá e Ladário

Por Sylma Lima06 DEZ 2017 - 19h35min

A Semana Nacional de Conciliação na Comarca de Corumbá obteve êxito não somente nos indicadores quantitativos, como também contribuiu com informações às pessoas que se mobilizaram para comporem entre si.

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) local foi parceiro nessa empreitada, recepcionou as audiências nos cinco dias, em três salas, nos turnos matutino e vespertino. Após divulgação na mídia, é positiva a avaliação de adesão dos cidadãos corumbaenses e ladarenses, que tiveram oportunidade de tratar de ações de execução de alimentos em curso, cujo resultado poderia ser a prisão do devedor.

Junto ao Cejusc, também foram realizadas conciliações em ações de execução fiscal do município de Ladário, que tramitavam junto à Vara de Fazenda Pública e Registros Públicos. Nestas, houve oportunidade de concessão de descontos incidentes sobre juros e multa, para quem efetuasse acordos. Não somente o município obteve ganhos ,como também os devedores.

Por seu turno, a 1ª Vara Cível encaminhou pautas com processos de Execuções de Alimentos, resultando em mais de 51% em acordos. A Vara do Juizado Especial Cível e Criminal e da Fazenda Pública de Corumbá designou 109 audiências para a semana,  destas 100 foram realizadas, índice de 92%, envolvendo mais de 200 pessoas. A 3ª Vara Cível promoveu o atendimento em sala de audiência do próprio Juízo, com 191 pessoas atendidas, 6 acordos efetuados, envolvendo o valor de mais de R$ 1.300.000,00.

O Cejusc incluiu 14 processos entre processuais e pré-processuais, obtendo 65% de acordo entre os mediados, contudo, o mais importante foi a prevalência da vontade das próprias pessoas, entendendo o processo de mediação como uma solução perene.

Nos cinco dias foram atendidas mais de 760 pessoas e mais de R$ 1.600.000,00 em valores homologados nos acordos, contribuindo com as estatísticas do TJMS e sobretudo com a cultura da conciliação e mediação. (Informações da assessoria de imprensa Cejusc)

Deixe seu comentário

Leia Também

Policial

Policiais sentem cheiro de maconha e acham 2,5 toneladas em caminhão

Policial

Preso foi morto dentro da cela depois de briga por causa do volume da TV

Policial

Adolescente de 15 anos é sequestrada, ameaçada de morte e depois abandonada em estrada

Meio ambiente

Instituto alerta para chuvas intensas com possibilidade de granizo em MS

Esportes

Sete atletas representam MS no Brasileiro de Futebol de Mesa

Geral

Canadá legaliza maconha para uso recreativo

Meio ambiente

Estudo mostra que agrotóxicos ameaçam vida no Cerrado de MS