Andorinha 70 anos

Com Fundo de depósitos judiciais no fim, Governo de MS é liberado de repor R$ 140 milhões

Por Midiamax12 JUL 2018 - 09h58min
Companhia de São Paulo contraiu divida milionária com MS após construção de usinaFoto: Governo de SP

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), sancionou nesta quinta-feira (12) a lei que diminui a reserva de dinheiro em depósitos judiciais a serem usados pela administração pública de 30% para 20%, desobrigando Mato Grosso do Sul a depositar cifra milionária que já foi utilizada.

A lei foi sancionada logo após o acordo assinado entre governo, MP-MS (Ministério Público Estadual) e a Cesp (Companhia Elétrica de São Paulo), que resultou num repasse de R$ 700 milhões da empresa para Mato Grosso do Sul e municípios, como indenização ambiental.

Para completar o montante, R$ 140 milhões deveriam ser depositados pelo Estado, mas a lei acabou aumentando o limite de uso (de 70% para 80%) desobrigando a devolução. O governo receberá R$ 280 milhões da empresa, mas deve deixar depositado diretamente nas contas do Poder Judiciário para conseguir manter a reserva de 20%.

Desde a edição da Lei Complementar n. 201, de 2015, mais de R$ 1 bilhão dos caixas da Justiça já foram utilizados, deixando o caixa quase zerado. Dessa forma, além de não poder movimentar os R$ 280 milhões, Mato Grosso do Sul teria de fazer um depósito de pelo menos R$140 milhões, para garantir o mínimo no Fundo de Reserva.

O governo já anunciou que pretende priorizar obras de infraestrutura, preservação e recuperação ambiental com os recursos quando houver reserva suficiente nas contas para poder sacá-lo.

Outros R$ 280 milhões devidos pela Cesp deverão ser repassadas a municípios afetados pela atividade da empresa em Mato Grosso do Sul. Os recursos serão divididos entre Três Lagoas (R$ 15,8 milhões), Anaurilândia (R$ 130 milhões), Bataguassu (R$ 61 milhões), Brasilândia (R$ 15,8 milhões), Santa Rita do Pardo (R$ 39 milhões) e Batayporã (R$ 7,9 milhões).

Deixe seu comentário

Leia Também

Justiça

OAB entra na justiça contra portaria que favorece Energisa fazer cobrança no Fórum

Capacitação

Senac Corumbá oferece curso com formação técnica em estética

Legislativo

Vereador faz projeto repetindo lei

Policial

Jovem executada em roda de tereré seria integrante de facção criminosa

Policial

Em quatro roubos, quadrilha leva 10 caminhões para a fronteira

Cultura

Encontro de Capoeira Cidade Branca acontece sábado em Corumbá

Policial

Mulher é agredida por atual de ex-marido ao cobrar pensão atrasada