Menu
quarta, 22 de maio de 2019
Andorinha - Viaje para Campo Grande com a Andorinha
Andorinha - Viaje para Campo Grande com a Andorinha
Geral

Com descontos, IPTU 2018 tem 1° vencimento em 16 de julho

12 junho 2018 - 08h36Prefeitura de Corumbá

O Imposto Predial e Territorial Urbano 2018 de Corumbá (IPTU/2018) pode ser pago parcelado em até seis vezes ou em cota única. O vencimento da primeira parcela e do pagamento à vista acontece no dia 16 de julho (uma segunda-feira).  A quitação parcelada vai até dezembro.

Este ano, por determinação do prefeito Marcelo Iunes, o Município revogou cobranças das taxas de incêndio e limpeza pública, que estavam embutidas no IPTU. “Para facilitar aos contribuintes, o prefeito Marcelo Iunes determinou que o vencimento do IPTU não coincidisse com outros tributos, evitando assim acúmulo de contas a pagar num mesmo período. Atendendo a essa orientação, lançamos o IPTU agora em junho com primeiro vencimento em julho”, informou o secretário Especial de Fazenda, Haroldo Cavassa.

O secretário explicou as revogações de taxas. “Com isso, quem pagava essas taxas não pagará este ano. Temos muitos imóveis que não pagavam esse tributo e quem pagava pelo serviço não será mais cobrado. Quem pagava, não vai mais pagar a taxa de limpeza pública e a taxa de incêndio”, disse.

Cavassa esclareceu que as taxas de coleta de lixo e a de conservação de vias públicas, lançadas todos os anos por previsão legal, seguem sendo cobradas. “Foi revogada a taxa de limpeza pública. A taxa de coleta de lixo continua. Não pode confundir isso. Limpeza pública compreende varrição, capinação. As de coleta de lixo e de conservação de vias continuam sendo cobradas”, complementou o secretário.

A maior parte dos boletos do IPTU/2018 será entregue pelos Correios. “Todos que possuem residência que não seja terreno, receberão os boletos em sua própria casa. Quem tem terreno terá de se dirigir ao Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC) para retirar o carnê. A guia também poderá ser emitida pela internet”, informou o titular da Secretaria Especial de Fazenda.

O contribuinte já pode consultar o valor do Imposto Predial e Territorial Urbano 2018 e a ficha cadastral pela internet acessando o site da Prefeitura Municipal. Para isso, deve clicar no ícone do IPTU, acessar a parte mobiliária e digitar o número do BIC/Cadastro. Esse número é a senha é o CPF do proprietário que consta na Prefeitura.

Descontos ao contribuinte

O IPTU/2018 oferece descontos ao contribuinte. “Para quem não tem débito anterior ou está em dia com o tributo, o desconto é de 30% no pagamento à vista. Nas parcelas o desconto é de 5%. Quem possui débito, somente no pagamento à vista é que será concedido desconto, que nesse caso é de 15%; no pagamento parcelado não será concedido desconto. Quem tem dívida anterior não terá desconto nas parcelas”, informou o coordenador de Cadastro Imobiliário, Daniel Rojas Nogueira. Em todas as situações, a primeira parcela corresponde a 30% do valor do imposto. A parcela mínima não pode ser menor que R$ 50.

Contudo, há possibilidade de o contribuinte quitar o débito anterior e ser beneficiado com os descontos oferecidos pelo Município. “Quem conseguiu acertar a situação até o dia 12 de julho, pagar os atrasados consegue ainda 30% de desconto esse ano. A data limite é o tempo da baixa bancária para entrar no nosso sistema o pagamento, e o sistema informar que não tem débito”, disse o coordenador.

Inicialmente, foram emitidos 27 mil carnês, que representam de R$ 19 milhões em arrecadação se todos forem pagos. O IPTU/2018 teve atualização monetária de 2,93%, que corresponde ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do período. “É inicial porque ainda tem a definição de quem paga a vista e parcelado. Deve fechar com 29 mil carnês. Aqueles que pagarem parcelado virá uma segunda remessa de carnês com as demais parcelas”, complementou.

A coordenadora geral, Antônia Eva Rodrigues Pinto, informou que quem discordar do valor do IPTU pode solicitar a revisão. “Qualquer dúvida no valor do IPTU pode recorrer, é só protocolar o pedido no CAC, que serão feitas as vistorias in loco e análises, respeitando os prazos devidamente previstos na lei. Após a vistoria e análise é dada a decisão favorável ou não ao contribuinte”, finalizou.

O Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC) fica na rua Frei Mariano, 66, entre a rua Delamare e avenida General Rondon. O CAC funciona ininterruptamente das 08h às 16 horas.

Datas de vencimento do IPTU

* Cota única ou 1ª parcela – 16 de julho (segunda-feira)

* 2ª parcela – 10 de agosto (sexta-feira)

* 3ª parcela – 10 de setembro (segunda-feira)

* 4ª parcela – 10 de outubro (quarta-feira)

* 5ª parcela – 12 de novembro (segunda-feira)

* 6ª parcela – 10 de dezembro (segunda-feira)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ação social
Sanesul distribui cobertores na Campanha do Agasalho em Campo Grande
Capacitação
Senai oferece consultoria em plano de manutenção e operação de ar condicionado
Policial
Polícia Militar frustra furto e recupera objeto antes da vítima perceber o fato
Educação
Unicamp destina duas vagas da graduação para medalhistas da Olimpíada de História
Edital de “Vagas Olímpicas” prevê duas vagas no curso de graduação em História; participantes da ONHB deverão declarar interesse até dia 17 de junho
Mineração
Empresas esclarecem riscos e ações preventivas nas barragens de Corumbá e Ladário
Policial
Foragido é capturado pela PM na área central
Crime ambiental
PMA autua paranaense por armazenamento de madeira ilegal
Geral
Peão é pisoteado por cavalo durante lida no campo na Nhecolândia
O homem de 44 anos precisou ser resgatado pelo helicóptero da Marinha devido a gravidade dos ferimentos
Acidente de transito
Ciclista vai parar no hospital após ser atropelado no bairro Universitário
Consumidor
Vereador pede apoio de deputado para fim da tarifa básica do consumo de água

Mais Lidas

Cota Zero
Empresários realizam encontro da pesca no Pantanal em apoio a cota zero
Saúde
Prefeitura libera construção de posto de saúde e licitação para escola em São Gabriel
Trânsito
Aulão do Maio Amarelo leva mensagem de trânsito de forma descontraída
Educação
Depois da Educação, Longen prevê novos cortes se Reforma da Previdência não for aprovada