Andorinha

Com convite para festa dos 300 anos, Cuiabá reforça identidade cultural com Corumbá

Por Assessoria PMC11 JAN 2019 - 08h11min
Comitiva também apresentou a proposta de monumento que será entregue a Corumbá pelo prefeito cuiabano (Foto: Gisele Ribeiro/PMC)

Representantes da Prefeitura de Cuiabá convidaram o prefeito Marcelo Iunes para participar das celebrações dos 300 anos de fundação da capital do estado de Mato Grosso, que serão completados no próximo dia 08 de abril. O convite foi feito na tarde desta quinta-feira, 10 de janeiro, pelo secretário municipal de Cultura, Esporte e Turismo daquela cidade, Francisco Antônio Vuolo, e pela secretária extraordinária dos 300 anos de Cuiabá, Cely Maria Auxiliadora Barros Almeida.

Além do convite, a comitiva também apresentou a proposta do monumento que será entregue a Corumbá pelo prefeito cuiabano, Emanuel Pinheiro. A iniciativa retribui o presente oferecido em 1919 pelos corumbaenses em homenagem ao bicentenário de Cuiabá. O obelisco presenteado atualmente está instalado na praça Luiz de Albuquerque, na orla do rio Cuiabá, na capital mato-grossense.

O monumento ofertado pelo povo de Corumbá no século passado é uma réplica do Obelisco de Ramsés II que se encontra na praça da República – em frente ao prédio do Instituto Luiz de Albuquerque (ILA) e Igreja Matriz de Nossa Senhora da Candelária – que homenageia os heróis da Guerra contra o Paraguai e é inspirado no existente na praça da Concórdia, em Paris, que foi construído a mando do faraó egípcio Ramsés II, em 4000 a.C.

“Corumbá e Cuiabá têm uma identidade cultural e histórica muito fortes, juntos estes dois municípios foram os responsáveis pelo desenvolvimento do Mato Grosso uno”, disse Francisco Vuolo. “Estamos propondo ao prefeito Marcelo Iunes a entrega desse monumento, que simboliza uma viola de cocho e elementos de nossa integração cultural e histórica com Corumbá”, completou o secretário de Cultura, Esporte e Turismo da capital de Mato Grosso.  Ele antecipou que a entrega do monumento deve ser feita em março, durante visita do prefeito cuiabano a Corumbá.

A secretária extraordinária dos 300 anos de Cuiabá, Cely Almeida, reforçou o convite ao prefeito Marcelo Iunes ao destacar o calendário do evento tricentenário. “O aniversário dos 300 anos é no dia 08 de abril, mas as festividades efetivamente começam no dia 05 de abril. Fazemos aqui o convite oficial para contarmos com sua presença”, disse complementando que a cidade vem realizando uma série de atividades referentes à data. 

O chefe do Executivo corumbaense destacou a “identificação histórico-cultural” existente entre os povos de Corumbá e Cuiabá apesar da distância. “Somos cidades irmãs, nossos povos têm uma relação cultural e histórica muito fortes, uma identidade mesmo. Juntas, nossas cidades tiveram importância fundamental no crescimento e desenvolvimento do Mato Grosso integrado. Seguimos agora com a missão de fortalecermos os laços e promovermos uma integração turística, cultural entre nossos municípios”, afirmou Marcelo Iunes.

O prefeito agradeceu ao convite e determinou ao diretor-presidente da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico de Corumbá, Joilson Silva da Cruz (que participou do encontro), estudar o envio de uma representação cultural de Corumbá para se apresentar durante as festividades dos 300 anos de Cuiabá. Iunes ainda afirmou que o Município já estuda um local para instalar o monumento a ser entregue pelos cuiabanos ao povo corumbaense.

A comitiva mato-grossense também contou com os assessores Karen Caroline Ferreira e Públio Paes de Barros Júnior.

 

 

 

Deixe seu comentário

Leia Também

Crimes Fronteiriços

Veículo Bolíviano será apreendido se não pagar multa

Justiça

Quatro servidores estaduais tornam-se réus em ação penal no STJ

Reconhecimento

Câmara homenageia defensores públicos com título de Cidadão Corumbaense

Educação

Prefeito convoca 50 técnicos de educação infantil aprovados em concurso

Educação

Inep divulga resultado do Enem 2018

Loteria

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 33 milhões

Justiça

Prefeitura reconhece dívida de R$ 40 mil com a Amapil Táxi Aéreo