Governo - Campanha HPV

Carnaval de Corumbá termina com festa cultural na passarela do samba

Por Prefeitura Muniipal de Corumbá14 FEV 2018 - 14h35min
Noite resgatou magia dos antigos carnavaisFoto: Renê Carneiro/PMC

Uma viagem ao passado, um passeio à época em que os carnavais de rua eram marcados por certa ingenuidade e a avenida era tomada por príncipes; princesas; arlequins; pierrôs e colombinas lançando seus confetes e serpentinas. Assim foi a noite de encerramento do carnaval de Corumbá nesta terça-feira, 13 de fevereiro.

A passarela do samba pantaneiro foi palco do desfile cultural. Quem foi à Avenida viu de perto as apresentações emocionantes dos cordões carnavalescos Paraíso dos Foliões, criado em 1933; do Cravo Vermelho, fundado em 1944; Cinelândia, surgido em 1960, e o Flor de Corumbá, que nasceu no carnaval de 1993.

Corumbá é uma das poucas cidades brasileiras a manter viva a tradição dos cordões de carnaval, a partir de um amplo trabalho de resgate cultural promovido pela Prefeitura Municipal.

A história conta que os cordões locais nasceram em Ladário em 1922, onde também surgiu o primeiro bloco, organizado pelos militares da Marinha. Até 1942, a cidade tinha os seguintes cordões: Pomba Voou; Rojão da Mocidade; Pau Rolou; Sempre Viva; Filhos da Lua; Cana Verde; Mensageiro do Amor; Flor de Corumbá; Diabos do Céu; Paraíso dos Foliões; Cravo Vermelho; Bola de Ouro; Cravo Branco; Cordão da Vitória; Pimpolhas do Oriente; Pingo de Amor; União Marítimos; Cidade Branca; Cidade Jardim e Ala Feminina dos Marítimos. O número, ao longo das décadas de 80 e 90 – do século passado –, foi reduzido a somente um, com a permanência o Flor de Corumbá. Dados históricos dos cordões carnavalescos baseados em registros do Jornal Tribuna, de 1951 e, do livro “Corumbá Figuras e Fatos”, de Renato Báez, de 1963.

Antes do desfile dos cordões, passaram pela passarela do samba os bonecões; corte de Momo; desfile de corso (carros antigos) e de fuscas; alas das Pastoras; dos Marinheiros; bloco do frevo e dos Palhaços.

Encerrados os desfile do Carnaval Cultural, as atenções se voltaram para a praça Generoso Ponce onde foram realizados shows com o grupo Revelação; bateria da Gaviões da Fiel, além apresentações de grupos locais.

Deixe seu comentário

Leia Também

Acessibilidade

Vereador pede ao Governo, recuperação de calçada de escola estadual

Educação

Com diretores da REME, Prefeitura celebra Dia dos Professores

Meio ambiente

PMA realiza soltura de jacaré-de-papo-amarelo capturado por bombeiros

Economia

MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma

Acessibilidade

Solicitada recuperação de passarela de acesso a escola em Porto Esperança

Geral

Dois morrem afogados em córrego e amigos usam anzol para encontrar corpos

Geral

Depois de alerta de emergência, Rio Miranda volta ao nível normal