Andorinha

Baianinho diz que se decepcionou com a política e audiência foi redesignada para Maio

Por Sylma Lima20 ABR 2017 - 11h30min
O vereador disse que esta sem forças para lutar contra tantas acusaçõesFoto: Arquivo CDP

O vereador Iraliton Oliveira Santana (Baianinho) disse ao Capital do Pantanal, que a audiência marcada pelo juiz da 3ª vara criminal, e eleitoral desta comarca, para a data de hoje, foi adiada para dia 05 de Maio, e que após a sentença dos processos, o que deve ocorrer entre os dias 10 e 11 de Maio ele vai se pronunciar sobre as acusações de compra de votos, e crimes eleitorais, mas, nesta manhã ele negou envolvimento em qualquer ato ilícito. O vereador se disse cansado e reafirmou que , “  jamais comprei votos. Sou um trabalhador, e na verdade até questiono porque entrei para a política, não era do que eu pensava. Só não desisti ainda, porque respeito todos que votaram em mim, mas repito, não preciso deste salário. Levanto todos os dias as 6h da manhã e vou pro meu escritório. Pensei que ser vereador era outra coisa, mas me decepcionei” , disse Irailton enfatizando que, “ acredita na justiça e tudo será esclarecido” .

Com várias ações na justiça vereador Baianinho seria ouvido nesta quinta-feira,20, as 13h30 min no Fórum, mas a audiência foi redesignada para 05 de Maio.  IRAILTON OLIVEIRA SANTANA, conhecido como Baianinho, (PSDB)  foi eleito com 1.524 votos na coligação “Por Corumbá estamos juntos”.

Publicado nesta manhã, 19/04/2017 no Diário da Justiça Eleitoral, nr. 1716, página 33 a decisão do juiz da 3ª vara civil desta comarca Daniel Escaramela em ouvir os envolvidos  IRAILTON OLIVEIRA SANTANA, BRUNO VASCONCELOS DE ARRUDA e JOÃO ALVES DE ARRUDA Na ocasião, seriam  ouvidas, em uma só assentada, as testemunhas arroladas pelas partes, que deverão comparecer independentemente de intimação, a teor do disposto no art. 22, inciso V, da Lei Complementar n.º 64/90.

Entenda o caso

No dia da eleição ( 02/10/2016) a Polícia Federal de Corumbá fez uma ação na casa do então candidato Baianinho, visto denúncia de crime eleitoral na modalidade de compra de votos. O caso corre em segredo de justiça e não se sabe todas as provas e fatos envolvendo a investigação.

Contudo, no site do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul ( TRE-MS) é possível verificar em rápida consulta que o vereador Baianinho tem vários processos eleitoral em que o mesmo é réu, que podem cassar o seu mandato. As duas ações mais preocupantes são as ações de investigação judicial eleitoral ( AIJE) ainda tramitando de números : AIJE-32468 e AIJE-56979, sendo ambas na 7º Zona Eleitoral de Corumbá.

Caso seja cassado pela Justiça Eleitoral de Corumbá, Irailton poderá ainda recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral e até mesmo ao Tribunal Superior Eleitoral e Supremo Tribunal Federal, dependendo da decisão judicial questionada.

O Prefeito eleito de Corumbá Ruiter Cunha ( PSDB) também é alvo de investigação judicial eleitoral junto com o vereador Irailton por prática de crime eleitoral. Contudo, ambos negam a prática do ilícito e inclusive foram diplomados pela Justiça Eleitoral.

Segundo as informações levantadas pela reportagem, no dia da Operação da Polícia Federal (02/10/2016) havia denúncia de transporte irregular de eleitores e compra de votos. Teriam sido apreendidos celulares, computadores e documentos na casa do vereador Irailton, e duas pessoas bolivianas foram presas fazendo o transporte ilegal de eleitores da Bolívia para a Corumbá.

Deixe seu comentário

Leia Também

Educação

Matrícula para cursos técnicos integrados do IFMS em Corumbá inicia nesta quarta

Direito

Determinação obriga INSS agendar perícia médica em até 45 dias em municípios de MS

Desenvolvimento

Turismo de MS será divulgado durante o Festival das Cataratas

Prazo

Trabalhador tem até sexta-feira para sacar o PIS/Pasep

Investigação

Governo apura fraudes da JBS em acordo de incentivos fiscais

Imposto

Ladário prorroga vencimento da primeira parcela ou cota única do IPTU para julho

Cultura

Governo anuncia recurso de R$ 2,4 milhões para Festival América do Sul