Menu
domingo, 17 de novembro de 2019
Prefeitura de Corumbá - Eco Pantanal Extremo
Mobile - Campanha Viajar Andorinha - Felicidade
Geral

Audiência Pública alerta para obrigatoriedade do cadastramento biométrico em Corumbá e Ladário

17 outubro 2019 - 09h59Gesiane Sousa e Sylma Lima

Diretor Geral do TER-MS,  Hardy Waldschmidt e juiz da 1ª Vara Cível de Corumbá, Mauricio Miglioranz,  participaram de audiência pública na Câmara Municipal de Vereadores de Corumbá, na manhã desta quinta-feira (17), para alertar população quanto ao prazo final para realização do cadastramento biométrico obrigatório, que encerra daqui a duas semanas, dia 31 de outubro, sem chance de prorrogação.

No início desta semana, segunda-feira (14), equipe de reportagem do Capital do Pantanal já havia constatado grande fluxo de até 500 atendimentos diários no TRE de Corumbá, e a previsão é que esse número aumente ainda mais dentro das duas semanas finais do prazo.

Juiz Maurício Miglioranz alerta que o não comparecimento traz complicação para o eleitor e para os municípios. Foto: Capital do Pantanal

Em entrevista, juiz Mauricio Miglioranz, relembrou que o TRE da região está desde o mês julho na tarefa de realizar a revisão do eleitorado dos municípios de Corumbá e Ladário. A estrutura foi ampliada com disponibilidade de 30 postos de atendimento, em horário especial, sem interrupções. O eleitor que não realizar a atualização terá várias complicações e, a primeira delas é o cancelamento do título, o que traz graves consequências para a vida do cidadão, como impedimento de renovação de conta bancária, atualização de dados junto ao INSS, bloqueio de benefícios sociais e não renovação de passaporte. Em Corumbá e Ladário, 24 mil eleitores faltam comparecer no TRE. No estado, 70% dos eleitores já estão regulares.

“O cadastramento biométrico não é importante apenas para o eleitor, mas também para os municípios, uma vez que esse quantitativo é utilizado como ferramenta de vários projetos sociais que são direcionados para a região, a redução do eleitorado impacta diretamente nos recursos que as cidades recebem”. Diz o Juiz Maurício.

Hardy Waldschmidt, diretor geral do TRE garante que não há possibilidade de prorrogação do prazo. Foto: Capital do Pantanal

Diretor geral do TRE-MS, Hardy Waldschmidt, confirma a importância de compartilhar com a classe política os números finais da revisão biométrica com o objetivo de alavancar os números nestas duas últimas semanas de prazo. Ele garante que não há possibilidade de prorrogação, “em todos os demais municípios não houve extensão do prazo estabelecido, acreditamos que o tempo determinado é suficiente, sendo necessário compromisso do eleitor para deslocamento até os postos de atendimento”.

O TRE de Corumbá fica na rua Luís Feitosa Rodrigues, nº 1821, o atendimento acontece de 7h às 17h, sem interrupção para almoço. O eleitor tem ainda a opção de alterar seu local de votação para sua maior comodidade e já sai com o título em mãos. Informações sobre postos de atendimento através do telefone do TRE: 3231-6411.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Trânsito
Colisão causa escoriações e fratura em motociclista
Serviço
Caminhão da Energisa fica no Fasp 2019 até domingo (17)
Fasp 2019
Lounge gastronômico do Fasp prestigia a carne de Jacaré com receitas que são a cara de MS
Restituição
Receita paga segunda (18) R$ 27,3 milhões do Imposto de Renda em MS
Apressados
Mais de 90 ultrapassagens indevidas são registradas no primeiro dia da operação Proclamação da República
Acompanhamento
IBGE realiza Pesquisa Nacional de Saúde em 53 municípios de Mato Grosso do Sul
Mudança
Com redução do ICMS etanol ganha maior competitividade no mercado
Clima e Tempo
Sol aparece e temperaturas voltam a subir; Corumbá pode ter máxima de 34°C
Milícia Armada
Juiz e advogados trocam farpas sobre Lei de Abuso de Autoridade
Alimentação
Ministério da Saúde lança campanha contra obesidade infantil

Mais Lidas

Trânsito
Colisão causa escoriações e fratura em motociclista
Serviço
Caminhão da Energisa fica no Fasp 2019 até domingo (17)
Apressados
Mais de 90 ultrapassagens indevidas são registradas no primeiro dia da operação Proclamação da República
Mudança
Com redução do ICMS etanol ganha maior competitividade no mercado