Governo - Campanha HPV

Ação marca Dia Mundial contra o Trabalho Infantil em Corumbá

Por Prefeitura de Corumbá13 JUN 2018 - 08h45min
Ação foi realizada no Centro da cidadeFoto: Renê Marcio Carneiro

Uma ação realizada no cruzamento das ruas Frei Mariano e Dom Aquino marcou o Dia Mundial contra o Trabalho Infantil em Corumbá. A panfletagem foi promovida pela Prefeitura, pro meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Glaucia Antônio Fonseca dos Santos Iunes, responsável pela pasta, destacou a importância da data e lembrou do constante trabalho realizado na região não só pelo Poder Público, mas também com diversas instituições parceiras.

A secretária municipal de Assistência Social lembrou ainda da Rede de Atendimento Contra o Trabalho Infantil existente na cidade: São sete CRAS e um CREAS, além da própria Secretaria e da Secretaria Especial de Cidadania e Direitos Humanos. O Município também conta com o Disque 100 e com o 0800-647-4488 do Conselho Tutelar. 

12 de Junho

O Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil celebra-se a 12 de junho. Quem criou esta celebração foi a Organização Internacional do Trabalho. Esta agência das Nações Unidas instituiu a data do Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil em 2002.

Esta data, celebrada no mesmo mês do Dia Mundial da Criança, visa alertar a população para o facto de muitas crianças serem obrigadas a trabalhar diariamente quando deveriam estar na escola a aprender e a construir um futuro melhor para si e para as suas famílias. 

O Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil deseja assim promover o direito de todas as crianças serem protegidas da exploração infantil e doutras violações dos seus direitos humanos fundamentais, assim como a combater todos os tipos de trabalho infantil. Algumas celebridades juntam-se à causa, para aumentar a divulgação da data.

"Não ao trabalho infantil na cadeia produtiva" é o tema do Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil 2016. A UNICEF estima que existam 168 milhões de crianças vítimas de trabalho infantil, trabalhando muitas delas (85 milhões) em condições de exploração infantil, com perigos graves à saúde e sendo envolvidas em conflitos armados.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, mais de 20 em cada 100 crianças entram no mercado de trabalho por volta dos 15 anos de idade nos países pobres.

Deixe seu comentário

Leia Também

Acessibilidade

Vereador pede ao Governo, recuperação de calçada de escola estadual

Educação

Com diretores da REME, Prefeitura celebra Dia dos Professores

Meio ambiente

PMA realiza soltura de jacaré-de-papo-amarelo capturado por bombeiros

Economia

MS teve 2,2 mil demissões por acordo desde o início da reforma

Acessibilidade

Solicitada recuperação de passarela de acesso a escola em Porto Esperança

Geral

Dois morrem afogados em córrego e amigos usam anzol para encontrar corpos

Geral

Depois de alerta de emergência, Rio Miranda volta ao nível normal