Menu
terça, 21 de maio de 2019
Andorinha - Viaje para Campo Grande com a Andorinha
Andorinha - Viaje para Campo Grande com a Andorinha
COLUNA

Entrelinhas

Sylma Lima

Ela fica

18 fevereiro 2019 - 10h47

Declarado inelegível  o STF negou o pedido de Alcides Bernal de validar votos e ficar com mandato de deputado federal, hoje assumida pela corumbaense Beatriz Cavassa (PSDB), viúva do ex prefeito Ruiter Cunha de Oliveira.

Alcides Bernal (PP), ex prefeito da Capital, sofreu outra derrota na tentativa de validar os pouco mais de 46 mil votos que obteve na eleição de 2018, depois que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) o declarou inelegível. A decisão, do ministro Luiz Roberto Barroso, consta no sistema do STF desde o último sábado (16).

Bernal teve a candidatura barrada  em março de 2014. Apesar das alegações o ex prefeito o STF manteve a cassação.

Com essa mudança, ao que tudo indica, definitivamente, Beatriz Cavassa terá oportunidade de fazer um grande mandato, ouvindo a população e atendendo antigas reivindicações, antes postergadas por falta de um representante político na câmara federal.

Esse final de semana foi intenso para Bia que se reuniu com autoridades ladaresnes, participou da posse de Roberto Lins , como presidente da sub seccional da OAB em Corumbá, e de quebra apoiou a manifestação dos ribeirinhos com relação a falta de navegabilidade do rio Taquari. Se continuar com esse pique a deputada vai longe.

Quanto ao , também corumbaense, Alcides Bernal, este deve integrar alguma pasta no atual governo e articular alianças para o próximo pleito em 2020.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Posse
Fervendo a chaleira
Seu guarda eu não sou vagabundo
Marinha emite nota sobre envolvimento de militar em crimes
Ameaça não é brincadeira